Mundo

França pode começar vacinação contra covid-19 na última semana de dezembro

A França já encomendou 200 milhões de doses de vacinas contra covid-19, disse o primeiro-ministro francês, Jean Castex

O LOUVRE REABERTO: França tenta retomar rotina em meio a reviravolta política  (Charles Platiau/Reuters)

O LOUVRE REABERTO: França tenta retomar rotina em meio a reviravolta política (Charles Platiau/Reuters)

R

Reuters

Publicado em 16 de dezembro de 2020 às 14h30.

Os moradores da França podem começar a receber a vacina contra Covid-19 da Pfizer/BioNTech na última semana de dezembro se as autoridades da União Europeia a aprovarem na semana que vem, disse o primeiro-ministro francês, Jean Castex, nesta quarta-feira.

Castex disse ao Parlamento que a campanha de vacinação será intensificada em janeiro, e que os idosos e outros grupos mais vulneráveis serão os primeiros da fila.

A França, que como muitos países europeus vem enfrentando um ressurgimento da pandemia nas últimas semanas, já pré-encomendou 200 milhões de doses de vacinas contra Covid-19, acrescentou o premiê.

O país espera administrar vacinas contra Covid a cerca de 1 milhão de pessoas em casas de repouso entre janeiro e fevereiro, e a outras 14 milhões a 15 milhões da população em geral entre março e junho.

Uma autoridade de alto escalão da Comissão Europeia disse nesta quarta-feira que a UE pode dar sua aprovação final à vacina Pfizer/BioNTech já no dia 23 de dezembro.

Acompanhe tudo sobre:CoronavírusFrançaVacinas

Mais de Mundo

Para aumentar inovação, Xangai emite regulamento para gestão de projetos de tecnologias disruptivas

Aprovação de Lei de Bases marca nova fase de Milei, diz analista argentino

Irã está expandindo suas capacidades nucleares, diz agência de energia atômica da ONU

Inflação na Argentina cai pela metade e atinge 4,2% em maio

Mais na Exame