Acompanhe:

Especialistas analisam destroços de avião de ilha francesa

O estudo do fragmento de asa é feito sob supervisão da justiça francesa, que abriu uma investigação sobre o desaparecimento do voo MH370

Modo escuro

Continua após a publicidade

	Polícia francesa inspeciona o pedaço de avião encontrado na praia de Saint-Andre: além de técnicos franceses, neste primeiro dia de perícia participam representantes malaios e chineses
 (Reuters/ Prisca Bigot)

Polícia francesa inspeciona o pedaço de avião encontrado na praia de Saint-Andre: além de técnicos franceses, neste primeiro dia de perícia participam representantes malaios e chineses (Reuters/ Prisca Bigot)

D
Da Redação

Publicado em 5 de agosto de 2015 às, 14h58.

Paris - Especialistas começaram a analisar nesta quarta-feira os destroços de avião encontrados na semana passada na ilha de Reunión, na Polínésia Francesa, para determinar se pertencem ao voo da Malaysia Airlines que desapareceu em março de 2014.

O procurador adjunto de Paris, Serge Mackowiak, dará uma entrevista coletiva às 20h (16h em Brasília) para informar sobre o primeiro dia de análises, que estão sendo realizadas nas dependências da direção geral do Armamento em Balma, nos arredores de Toulouse, no sul da França.

O estudo do fragmento de asa é feito sob supervisão da justiça francesa, que abriu uma investigação sobre o desaparecimento do voo MH370 da Malaysia Airlines em que viajavam quatro cidadãos franceses.

Além de técnicos franceses, neste primeiro dia de perícia participam representantes malaios e chineses, nacionalidades da maior parte dos 298 ocupantes do voo, e especialistas da Boeing, fabricante do 777 que se perdeu no Índico.

O primeiro trabalho dos especialistas será exatamente confirmar que, como indicam as autoridades malaias, o fragmento de asa achado em uma praia de Reunión pertence a esse modelo de avião.

Depois tentarão saber se corresponde ao MH370, o que é altamente provável porque não se sabem de outros acidentes com Boeings modelo 777 no Índico.

Em um terceiro momento, os investigadores tentarão obter outros indícios, como as circunstâncias do acidente, por exemplo se o avião explodiu em voo ou se caiu no mar.

A asa pode contribuir para determinar também o local em que estão o resto dos destroços do aparelho, através da análise dos moluscos presos nela. EFE

Últimas Notícias

Ver mais
Chefe das Forças Armadas do Quênia morre em queda de helicóptero, diz presidente do país
Mundo

Chefe das Forças Armadas do Quênia morre em queda de helicóptero, diz presidente do país

Há 23 horas

Avião da Boeing faz pouso de emergência após tampa de motor cair
Mundo

Avião da Boeing faz pouso de emergência após tampa de motor cair

Há uma semana

Boeing já pagou mais de R$ 800 milhões em compensação para Alaska Airlines após avião perder a porta
seloMercados

Boeing já pagou mais de R$ 800 milhões em compensação para Alaska Airlines após avião perder a porta

Há 2 semanas

Encontrado corpo de piloto de avião que caiu na Serra do Japi
Brasil

Encontrado corpo de piloto de avião que caiu na Serra do Japi

Há 2 semanas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais