Mundo

China diz que seca já afeta 50 milhões

Algumas áreas têm recebido 90 por cento menos chuva do que o normal nesta época

EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 10 de outubro de 2010 às 03h37.

Pequim - A seca no sudoeste da China já afeta mais de 50 milhões de pessoas, e a previsão é de que continue, disse a imprensa estatal na sexta-feira.

A estiagem começou no segundo semestre de 2009, refletindo uma combinação de falta de chuvas e temperaturas excepcionais, disse a agência Xinhua, citando as conclusões de uma reunião do governo central para discutir a situação.

A seca afeta as províncias e regiões de Guangxi, Sichuan, Guizhou e Yunnan, e também o município autônomo de Chongqing. Essas regiões são conhecidas por seus canaviais e seringais.

Algumas áreas têm recebido 90 por cento menos chuva do que o normal nesta época, e a seca já provocou prejuízos de 2,78 bilhões de dólares, segundo a reportagem. Mais de 16 milhões de pessoas têm dificuldades no acesso a água potável, acrescenta o texto.

Esta é a pior seca em Yunnan em seis décadas, e afeta 85 por cento das terras agrícolas da província.

Acompanhe tudo sobre:ÁguaAquecimento globalÁsiaChinaClima

Mais de Mundo

'A defesa da democracia é mais importante do que qualquer título', diz Biden em discurso

Governo Lula se diz irritado com falas de Maduro, mas evita responder declarações

Netanyahu discursa no Congresso americano sob protestos de rua e boicote de dezenas de democratas

Em discurso a irmandade negra, Kamala pede ajuda para registrar eleitores e mobilizar base a votar

Mais na Exame