Casos de coronavírus no mundo chegam a 1 milhão

Os Estados Unidos são o país com maior número de casos, enquanto a Itália tem a maior concentração de mortes pela covid-19; dados são da Johns Hopkins

As previsões da Organização Mundial da Saúde (OMS) para o número de casos de coronavírus no mundo acabam de ser confirmadas. Nesta quinta-feira (2), segundo o monitoramento em tempo real da universidade norte-americana Johns Hopkins, mais de 1 milhão de pessoas já foram infectadas pela doença.

Até às 16h49 desta quinta, eram 1.002.159 casos confirmados.

Os países com mais casos da covid-19 são os Estados Unidos, a Itália e a Espanha. Nos EUA são mais 236.339 mil infectados. Recentemente o país foi considerado o novo epicentro da epidemia.

A doença também já deixou cerca de 51 mil mortos no mundo, principalmente na Europa. Na Itália, país com o maior número de óbitos, são quase 14 mil vítimas. Por lá, a taxa de letalidade da doença está em torno de 10%, superando a média de 3% encontrada em outros países.

Nesta semana, o número de novos casos da covid-19 tem crescido a um ritmo de mais de 60.000 por dia.

O novo coronavírus já atingiu moradores de 203 países e os casos confirmados têm crescido de forma exponencial.

Desde o início da pandemia na China, no fim de dezembro, menos de dois meses foram necessários para o mundo bater a marca de 100 mil casos confirmados – número atingido no dia 6 de março. Esse total dobrou em 12 dias (200 mil casos em 18 de março) e agora está crescendo mais cinco vezes em apenas 15 dias.

Segundo a Johns Hopkins, mais de 200 mil pessoas foram curadas no mundo todo. A maioria das curas aconteceu na China. Espanha, Alemanha, Itália e Irã são os outros países com o maior número de curas, respectivamente.

No Brasil, quase 8 mil casos foram confirmados e 299 pessoas morreram, a maioria no estado de São Paulo, segundo dados do Ministério da Saúde. No país, 127 pessoas já foram curadas do coronavírus.

As últimas notícias da pandemia do novo coronavírus:

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.