Candidato francês condena "ato criminoso" dos EUA na Síria

O candidato de extrema esquerda à presidência da França Jean-Luc Melenchon disse que o ataque dos EUA foi um "erro enorme, que só aumentará as tensões"

Paris - O candidato de extrema esquerda à presidência da França Jean-Luc Melenchon qualificou a decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de lançar um ataque com mísseis na Síria como um "ato criminoso e irresponsável".

Melenchon disse em um discurso de campanha centrado em questões internacionais neste domingo (9) que o ataque com mísseis dos EUA a uma base aérea síria foi um "erro enorme" que só aumentará as tensões. Ele diz que quer que a França se retire da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) para evitar um confronto com a Rússia.

Melenchon e o candidato conservador François Fillon aparecem em terceiro lugar nas pesquisas para o primeiro turno da eleição presidencial na França, marcado para o dia 23 de abril.

 

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.