Acompanhe:

Bombardeio russo na cidade ucraniana de Kherson deixa 5 mortos e 20 feridos

Presidente Volodimir Zelensky chamou de ato de "terror" russo para "intimidar" os ucranianos

Modo escuro

Continua após a publicidade
Shopping destruído na cidade de Kherson em julho: cidade voltou a sofrer bombardeios (STRINGER/Getty Images)

Shopping destruído na cidade de Kherson em julho: cidade voltou a sofrer bombardeios (STRINGER/Getty Images)

A
AFP

Publicado em 24 de dezembro de 2022 às, 10h41.

Ao menos cinco pessoas morreram e 20 ficaram feridas em um bombardeio neste sábado (24) no centro de Kherson, cidade do sul da Ucrânia, o que o presidente Volodimir Zelensky chamou de ato de "terror" russo para "intimidar" os ucranianos.

"Durante a manhã de sábado, véspera de Natal, no centro da cidade. Não são instalações militares. Não é uma guerra com regras definidas. É terror, é matar para intimidar e (ter) prazer", criticou o presidente ucraniano nas redes sociais.

O chefe adjunto do gabinete da presidência, Kirilo Timoshenko, anunciou o balanço de cinco mortos e 20 feridos no ataque.

"O mundo deve observar e compreender contra o mal absoluto que estamos lutando", afirmou Zelensky, que mais uma vez chamou o exército russo de "terrorista".

"Esta é a verdadeira vida da Ucrânia e dos ucranianos há 10 meses", acrescentou o presidente ucraniano, em uma mensagem acompanhada por fotografias que mostram a dimensão dos danos.

Correspondentes da AFP na cidade ouviram os bombardeios que atingiram o mercado central e ruas próximas. Também observaram ao menos um corpo de vítima fatal dentro de um veículo.

Nas proximidades do mercado, um homem estava gravemente ferido na cabeça e seu carro foi destruído pela explosão. Outras pessoas feridas estavam ao seu redor.

O mercado estava em chamas. O locam, muito movimentado na manhã de sábado, fica no centro de Kherson, cidade que o exército ucraniano recuperou em novembro, durante uma contraofensiva, após oito meses de ocupação russa.

A cidade foi alvo de vários bombardeios russos nas últimas semanas, em particular contra as instalações de energia.

No início da tarde ainda era possível ouvir os bombardeios na cidade.

LEIA TAMBÉM:

Últimas Notícias

Ver mais
Dinamarca conclui investigação sobre sabotagem ao Nord Stream sem iniciar processo
Mundo

Dinamarca conclui investigação sobre sabotagem ao Nord Stream sem iniciar processo

Há 3 horas

Morre soldado dos EUA que ateou fogo ao próprio corpo diante da embaixada de Israel
Mundo

Morre soldado dos EUA que ateou fogo ao próprio corpo diante da embaixada de Israel

Há 3 horas

ONU teme por civis de Gaza com anunciada ofensiva de Israel em Rafah
Mundo

ONU teme por civis de Gaza com anunciada ofensiva de Israel em Rafah

Há 3 horas

Módulo lunar japonês SLIM é reativado após duas semanas apagado
Mundo

Módulo lunar japonês SLIM é reativado após duas semanas apagado

Há 4 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais