China irá aliviar políticas de empréstimo para 2ª moradia

O Ministério das Finanças afirmou em comunicado separado que vai aliviar a taxação das vendas de moradias

Xangai/Pequim - O banco central da China aliviou nesta segunda-feira as políticas de empréstimo para compra da segunda moradia, em um momento em que o governo age para conter a queda dos preços imobiliários que tem amplificado a pressão deflacionária e colocado o crescimento econômico em risco.

O banco central chinês disse em comunicado em seu site que vai ajustar o valor de entrada para compradores de segunda moradia e melhorar as políticas de empréstimo para promover o "desenvolviumento saudável do mercado imobiliário".

O Ministério das Finanças afirmou em comunicado separado que vai aliviar a taxação das vendas de moradias.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.