Marketing
Acompanhe:

Time de beisebol abandona logo com imagem de indígena

Cleveland Indians reconhece décadas de reclamações e aposenta imagem de nativo americano

 (Cleveland Indians/Divulgação)

(Cleveland Indians/Divulgação)

G
Guilherme Dearo

31 de janeiro de 2018, 13h21

São Paulo - Após décadas de reclamações de nativos americanos e descendentes, o time americano de beisebol Cleveland Indians decidiu aposentar o seu tradicional logo.

A imagem, chamada de "Chief Wahoo", traz um índio americano representado com uma pena na cabeça e uma pele vermelha.

O Cleveland Indians anunciou que, a partir de 2019, todos os uniformes do time não terão mais a imagem considerada racista e ofensiva.

O time já usa um "C" vermelho como logo alternativo. Nos últimos anos, tem sido a opção principal. Em breve, será a oficial.

Rob Manfred, da liga de beisebol dos EUA, disse à imprensa americana: "Nos últimos anos nós encorajamos o diálogo com organizações de nativos americanos sobre o uso do logo Chief Wahoo".

Ele disse que muitos fãs do time veem o logo como uma tradição, estão muito ligados a ele e à sua história. Mas, após longo debate, o time decidiu que era preciso reconhecer que a imagem já não era mais apropriada para o esporte.