• AALR3 R$ 19,75 0.00
  • AAPL34 R$ 74,65 1.01
  • ABCB4 R$ 16,47 -0.42
  • ABEV3 R$ 14,75 1.44
  • AERI3 R$ 4,44 18.40
  • AESB3 R$ 10,73 0.85
  • AGRO3 R$ 31,86 -0.62
  • ALPA4 R$ 21,68 -0.55
  • ALSO3 R$ 19,94 1.27
  • ALUP11 R$ 26,32 0.27
  • AMAR3 R$ 2,40 7.62
  • AMBP3 R$ 29,41 -1.14
  • AMER3 R$ 23,70 2.82
  • AMZO34 R$ 73,23 1.29
  • ANIM3 R$ 5,56 3.35
  • ARZZ3 R$ 82,92 0.52
  • ASAI3 R$ 15,36 -0.78
  • AZUL4 R$ 21,17 2.37
  • B3SA3 R$ 11,30 -1.48
  • BBAS3 R$ 35,58 1.34
  • AALR3 R$ 19,75 0.00
  • AAPL34 R$ 74,65 1.01
  • ABCB4 R$ 16,47 -0.42
  • ABEV3 R$ 14,75 1.44
  • AERI3 R$ 4,44 18.40
  • AESB3 R$ 10,73 0.85
  • AGRO3 R$ 31,86 -0.62
  • ALPA4 R$ 21,68 -0.55
  • ALSO3 R$ 19,94 1.27
  • ALUP11 R$ 26,32 0.27
  • AMAR3 R$ 2,40 7.62
  • AMBP3 R$ 29,41 -1.14
  • AMER3 R$ 23,70 2.82
  • AMZO34 R$ 73,23 1.29
  • ANIM3 R$ 5,56 3.35
  • ARZZ3 R$ 82,92 0.52
  • ASAI3 R$ 15,36 -0.78
  • AZUL4 R$ 21,17 2.37
  • B3SA3 R$ 11,30 -1.48
  • BBAS3 R$ 35,58 1.34
Abra sua conta no BTG

50 startups: Com dados, a NoAlvo anuncia onde as pessoas realmente estão

A startup NoAlvo mapeia os melhores pontos para exibição de mídia exterior a partir da coleta de dados como fluxo em tempo real
 (Divulgação/NoAlvo)
(Divulgação/NoAlvo)
Por Marina FilippePublicado em 23/02/2021 09:00 | Última atualização em 01/03/2021 11:40Tempo de Leitura: 2 min de leitura

Esta reportagem faz parte da série "50 startups que mudam o Brasil", publicada na EXAME. Conheça as demais empresas selecionadas.

A startup NoAlvo, fundada em 2016 por Heitor Estrela e Gustavo Godim, pretende revolucionar o mercado publicitário de mídia exterior ao ajudar anunciantes e agências a mapear os melhores pontos para exibir seus anúncios a partir da coleta de dados como fluxo em tempo real e perfil de pessoas que passam pelo local.

"Este é um mercado fragmentado com  mais de 2 mil empresas donas de espaços publicitários. Somos uma espécie de marketplace que cruza informações e ajuda as anunciantes a conquistarem melhores resultados”, afirma Estrela.

O modelo de negócio já chamou a atenção de investidores resultando em aportes que juntos somam cerca de 3 milhões de reais. Além de uma carteira de 200 clientes, entre eles P&G, Burger King e Amazon.

Na pandemia, com a diminuição do fluxo de pessoas em determinadas áreas das cidades -- como os centros empresariais -- a NoAlvo conseguiu direcionar os anúncios para novos pontos, como telas em postos de combustíveis e supermercados. "Nos primeiros meses tivemos queda de 40% no faturamento, mas que depois passou a se reestabelecer graças a flexibilidade do modelo de atuação", diz.

Além disso, as anunciantes buscam cada vez mais resultado com menos custo operacional. Em um dos clientes da NoAlvo foi possível diminuir o custo por mil impressões de R$17,50 para R$5. Outro resultado positivo foi que ao invés de contratar 280 pontos para anúncio era possível trabalhar com 200 e ainda assim ter um impacto 138% maior.

"No Brasil, a mídia exterior corresponde a cerca de 10% do mercado publicitário, o que desperta o potencial de crescimento da NoAlvo a partir de dados e resultados consolidados como estes", diz Estrela.

De 0 a 10 quanto você recomendaria Exame para um amigo ou parente?

 

Clicando em um dos números acima e finalizando sua avaliação você nos ajudará a melhorar ainda mais.