Liderança
Apresentado por YPO

Custo de transação nas relações de trabalho

Estabelecer relações de confiança minimiza o famoso custo de transação, cabe ao líder implementá-las 

A liderança está diretamente atrelada à promoção de confiança (Luiz Alvarez/Getty Images)

A liderança está diretamente atrelada à promoção de confiança (Luiz Alvarez/Getty Images)

Publicado em 9 de maio de 2023 às 14h14.

Última atualização em 15 de maio de 2023 às 17h59.

Até pouco tempo, no mercado financeiro brasileiro, o custo de transação das operações bancárias era um conhecido próximo dos brasileiros. Ao fazer TED ou DOC, pagava-se uma taxa pela operação. Então chega o PIX e reduz esse custo a zero, o que torna as operações menos burocráticas e mais atraentes. 

Indo além das operações financeiras, o ambiente corporativo também enfrenta custos de transação — neste caso, é o custo das relações —, criados nos ambientes de trabalho. E este é um dos fatores que mais atrapalham a eficiência das organizações. 

Normalmente quando você gosta de uma pessoa e/ou confia nela, e ela lhe pede algo no trabalho, você não pensa duas vezes: vai lá e faz. Ou seja, o custo de transação baixo.

No entanto, se o mesmo pedido é feito por alguém de que você não gosta ou não confia, normalmente o que acontece nas organizações? Você usa as regras, ou a burocracia, para explicar por que não vai fazer ou por que irá demorar para fazer. 

O custo da transação aumenta ou diminui de acordo com a confiabilidade. Então, é trabalho do líder construir relações de confiança e mais transparentes e reduzir esse custo.

Primeiro, confiabilidade gera eficiência. Uma vez que relações de confiança minimizam o custo de transação — você não estará mais comprando um carro usado de um desconhecido, e sim fazendo negócios com alguém em quem confia —, todos os processos acabam sendo otimizados.

À medida que as empresas crescem e se departamentalizam, criam-se processos burocráticos que impactam o custo de transação interno. Daí a importância de haver relacionamentos mais transparentes e democráticos, para evitar ruídos e vieses que interfiram nas atividades. 

O papel do líder na redução do custo de transação 

A liderança está diretamente atrelada à promoção de confiança, e algumas práticas devem ser regra por parte do líder em relação ao time: 

  • admitir os erros; 
  • manter a confidencialidade; 
  • dar e receber feedbacks construtivos; 
  • honrar com os acordos feitos com todos, igualmente; 
  • deixar as expectativas claras; 
  • ser transparente; 
  • comunicar com clareza quais são os critérios, requisitos e processos.

As empresas costumam promover diversas ações para gerar relações de confiança entre colaboradores, como integrações, convenções, happy hours e diversas interações extraexpediente e, com isso, tornar o trabalho mais eficiente. 

O intuito não é maquiar relações deturpadas, mas criar vários “Pix” que extinguam o custo de transação nas organizações. Ao assegurar confiança, o líder extrai eficiência nas relações, o que leva aos melhores resultados. 

Acompanhe tudo sobre:branded-contentLíderes Extraordinários

Mais de Liderança

Todos pelo Rio Grande do Sul

Diversão sem álcool: mocktails ganham espaço e desafiam a indústria de bebidas

Como a oratória pode valorizar e mudar o rumo de uma carreira?

O que são ideias perigosas e por que elas são essenciais para o seu time

Mais na Exame