Invest

Imposto de Renda 2024: quem ainda não declarou pode receber restituição maior

A Receita Federal informou que as restituições a partir do segundo lote serão corrigidas pela Selic mensal e mais um acréscimo de 1%

Empíricus
Empíricus

Conteúdo Promocional

Publicado em 28 de maio de 2024 às 09h00.

Estamos na última semana para a entrega da declaração do Imposto de Renda. E como todos os anos, sempre tem aquele grupo que deixa para acertar as contas com o Leão na última hora. 

Na última sexta-feira (24) dos 43 milhões de contribuintes esperados, 30% ainda não haviam  prestado contas ao Fisco, de acordo com a Receita Federal

Esse comportamento não é nenhuma novidade e o que mais se vê por aí são matérias criticando a postura de quem deixa para entregar a declaração no “apagar das luzes”. 

Mas e se eu te dissesse que existe uma vantagem para quem declara no fim do prazo, e mais, que, além desta, há outros mecanismos que podem “turbinar” a sua restituição?

GUIA GRATUITO PARA ‘TURBINAR’ A SUA RESTITUIÇÃO

Ser o ‘último da fila’ pode valer a pena

O primeiro lote de restituições de 2024 será pago na próxima sexta-feira (31), data que também marca o fim do prazo para as entregas das declarações. 

Assim, para definir quem são as pessoas que vão receber no primeiro lote, a Receita estabelece algumas prioridades. São elas: 

  1. Idosos acima de 80 anos; 
  2. Idosos entre 60 e 79 anos e contribuintes com deficiência física ou mental ou portadores de moléstia grave;
  3. Pessoas cuja maior fonte de renda é o magistério; 
  4. Contribuintes que optaram pela declaração pré-preenchida e/ou restituição via PIX; e
  5. Demais contribuintes. 

Em geral, o principal incentivo para entregar a declaração logo no início do prazo é ser um dos primeiros na ‘fila da restituição’. 

Contudo, o que muitas pessoas não sabem é que ser um dos últimos a receber a restituição tem suas vantagens. 

Acontece que as restituições pagas a partir do 2º lote são corrigidas pela Selic. Atualmente, a taxa básica de juros está em 10,50% ao ano, um patamar menor do que em 2023, mas, ainda assim, na casa dos dois dígitos. 

E em 2024 tem uma novidade: a Receita Federal informou que, além da correção pela Selic, todos os lotes receberão um acréscimo de 1%, referente ao mês de pagamento. Veja só na imagem abaixo: 

Fonte: Seu Dinheiro

Para você ter uma ideia, em 2023, quem esperou e recebeu no 5º lote teve uma correção de 4,28% na restituição. 

Assim, se usássemos como base a rentabilidade de abril (0,89%), estaríamos falando de uma correção de aproximadamente 1,89% para as restituições do segundo lote. 

E, levando em conta que a cada lote o valor é corrigido, quanto mais tarde o contribuinte receber, mais a restituição vai render. Vale lembrar que são raras as oportunidades de um retorno de 100% do CDI, sem cobrança de IR e com a garantia do governo.  

Você ainda tem outras formas de ‘turbinar’ a sua restituição…

Para falar a verdade, os ganhos com a correção da restituição pela Selic podem ser “mixaria” diante do quanto você pode receber usando a estratégia que vou te explicar agora. 

Se você já faz a declaração há algum tempo, deve saber que quanto mais gastos dedutíveis tiver, maiores são as chances de receber uma restituição “gorda”. 

O problema é que nem sempre o contribuinte tem despesas com dependentes, educação, saúde etc. 

Entretanto, quem investe em Previdência Privada, no plano PGBL, pode deduzir até 12% da renda tributável

Os analistas da Empiricus fizeram uma simulação para comparar o quanto a restituição poderia aumentar usando o benefício desse investimento. 

Para isso, eles usaram um indivíduo que ganha R$ 100 mil por ano e que poderia deduzir até R$ 12 mil do Imposto de Renda, investindo em Previdência Privada. 

Veja só:

Perceba que, investindo em previdência privada, o contribuinte da simulação recebeu R$ 1.174,05 a mais na sua restituição. 

É claro que os valores podem mudar de acordo com a realidade de cada investidor. Pois no Imposto de Renda tudo vai depender do quanto você ganha, se tem outras despesas tributáveis e o montante investido em previdência privada. 

No Guia da Previdência Privada, você encontra uma planilha para lhe ajudar a realizar essa simulação e descobrir se essa estratégia é realmente vantajosa para você.

Entretanto, o fato é que tanto o indivíduo do exemplo acima como você poderiam ter recebido uma restituição bem mais “gorda” neste ano, se tivessem investido em previdência privada em 2024. 

Mas a boa notícia é que é possível aumentar o pix da Receita que será recebido em 2025. 

APRENDA A ‘TURBINAR’ A SUA RESTITUIÇÃO INVESTINDO EM PREVIDÊNCIA

E este é apenas um dos benefícios de contratar um plano de previdência privada. Você ainda pode se planejar para se aposentar mais cedo e com uma renda melhor que só o benefício do INSS. 

Guia gratuito: veja o passo a passo para aumentar a restituição e acelerar a sua aposentadoria

Se você não sabia da possibilidade de ‘turbinar’ a sua restituição investindo em um plano PGBL da previdência privada, talvez se sinta perdido em como usar esse recurso. 

Pensando nisso, a Empiricus, empresa do Grupo BTG, está oferecendo como cortesia o acesso ao Guia da Previdência Privada

Neste material, você vai encontrar tudo o que precisa saber para investir nesse ativo e buscar uma restituição turbinada já no ano que vem. 

Além disso, no guia você vai descobrir:

  • Outras vantagens de ter um plano de Previdência; 
  • Como escolher o melhor plano para você: PGBL ou VGBL
  • Regimes de tributação: progressivo ou regressivo
  • Como usar a Previdência para trocar uma alíquota de 27,5% por uma de 10%
  • Planilha financeira para calcular quanto você precisa investir.

BÔNUS: os 4 fundos de previdência privada que valem o seu dinheiro.

Com esse material você vai aprender a “engordar” a sua restituição do Imposto de Renda, além dos outros benefícios que a previdência privada oferece.

O Guia da Previdência Privada é gratuito. Para acessá-lo, basta clicar neste link e seguir as instruções:

BAIXE GRATUITAMENTE O GUIA DA PREVIDÊNCIA PRIVADA

* Este conteúdo é apresentado por Empiricus

Acompanhe tudo sobre:branded marketing

Mais de Invest

Dinheiro esquecido: mais de R$ 8 bi estão disponíveis para devolução; veja como sacar

Quanto devo investir para ter uma aposentadoria de R$ 10 mil?

Quanto rende R$ 1 milhão a 110% do CDI?

É obrigatório contratar advogado para fazer um testamento?

Mais na Exame