Acompanhe:
Mercado aguarda sinalizações do Copom e Fomc sobre próximos passos para os juros. Inflação e atividade nos EUA e Brasil, indicadores na China, votações no Congresso e posse de Javier Milei na Argentina, também estão no radar. Veja destaques:

Copom e IPCA

O Copom deve anunciar na quarta-feira novo corte de 0,50pp da Selic, segundo a precificação dos investidores na curva de juros - que também indica ao menos outras duas reduções iguais nas reuniões seguintes. “Nós não esperamos que o BC altere seu guidance ou balanço de riscos”, diz Adriana Dupita, da Bloomberg Economics. Antes da decisão, juros futuros ainda reagem ao IPCA de novembro, que sai na terça-feira. Semana ainda terá números importantes de atividade.

Fomc, CPI e BCE

O Fed deve manter sua taxa pela 3ª reunião seguida na quarta-feira, o que deve se constituir em um final do ciclo de alta, segundo a Bloomberg Economics. Discussão do BC americano deve concentrar no prazo em que a taxa será mantida no nível atual. Presidente Jerome Powell fala após reunião. CPI de novembro, na véspera do Fomc, deve mostrar preços estáveis na comparação mensal. Ainda saem na semana PPI e varejo. Fora dos EUA, BCE e BOE também devem manter taxas e China divulgará dados da indústria e varejo.

Milei e câmbio na Argentina

Javier Milei assume a presidência da Argentina no domingo. A poucos dias da posse, o BC do país limitou a quantidade de moeda estrangeira que bancos podem deter, para desencorajar a acumulação de dólares antes de uma desvalorização esperada após a posse. Cerimônia não deve contar com a presença do presidente Lula.

Votações no Congresso

O presidente da Câmara sinalizou votação da reforma tributária na próxima semana, disse o relator, deputado Aguinaldo Ribeiro. Também há expectativa de que a LDO seja votada, segundo o relator da matéria. Pauta ainda deve incluir a subvenção do ICMS, que segundo jornais deve ter a incorporação do JCP, e a taxação de apostas, com as quais governo conta para zerar o déficit. Haverá um esforço para votar indicações de Flávio Dino para o STF e Paulo Gonet para Procurador-Geral, segundo o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco.

Petrobras, leilões

A Petrobras paga a segunda parcela de dividendo no dia 15. No dia 12, Americanas reúne credores. B3 tem vencimentos de opções nos dias 13 e 15. A Aneel realiza leilão de linhas de transmissão que somam investimentos de R$ 21,7 bilhões. Já a ANP promove ofertas de concessão e de partilha da produção de petróleo e gás natural.

Confira as últimas notícias de Invest:

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Essas 3 ações pagam dividendos mensais; veja como investir
seloOnde Investir

Essas 3 ações pagam dividendos mensais; veja como investir

Há um dia

Melhores do Mercado: conheça as gestoras premiadas em 2024
seloOnde Investir

Melhores do Mercado: conheça as gestoras premiadas em 2024

Há 2 dias

Veja quanto você teria agora se tivesse investido US$ 1.000 na Nvidia há um ano
seloOnde Investir

Veja quanto você teria agora se tivesse investido US$ 1.000 na Nvidia há um ano

Há 2 dias

Ifix renova suas máximas; quais os melhores FIIs para investir agora?
seloOnde Investir

Ifix renova suas máximas; quais os melhores FIIs para investir agora?

Há 3 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais