Invest

Startup lança calculadora que estima valor do IPVA 2023; expectativa é de aumento

A expectativa é que o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores tenha aumento de cerca de 10% no próximo ano

IPVA: o custo do IPVA varia de acordo com o veículo, pois é feito com base na alíquota sobre o valor de mercado do veículo definido pela Tabela FIPE (Andrew Harrer/Bloomberg News/Bloomberg)

IPVA: o custo do IPVA varia de acordo com o veículo, pois é feito com base na alíquota sobre o valor de mercado do veículo definido pela Tabela FIPE (Andrew Harrer/Bloomberg News/Bloomberg)

Karla Mamona

Karla Mamona

Publicado em 7 de dezembro de 2022 às 10h21.

A startup Zapay lançou uma calculadora que estima o valor do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) 2023. A expectativa é que o imposto tenha aumento de cerca de 10% no próximo ano.

A ferramenta está disponível no site da startup. “O imposto chega na mesma época que várias outras despesas, e isso complica um pouco o orçamento das famílias. Por isso, o ideal é que elas já se programem. E foi pensando em facilitar a vida dessas pessoas que criamos essa página, afirma Victor Mahon, sócio da Zapay.

O IPVA é um tributo pago anualmente por proprietários de veículos para o estado.  Do total, 20% do valor arrecadado são destinados para o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). O restante é dividido metade para o estado e a outra metade para o município de registro do veículo, podendo ser destinado a vários setores como educação, segurança e infraestrutura.

O custo do IPVA varia de acordo com o veículo, pois é feito com base na alíquota sobre o valor de mercado do veículo definido pela Tabela FIPE, e de acordo com o estado, pois cada Detran tem autonomia para definir essa alíquota. Por exemplo, em 2022, no Pará a porcentagem foi de 2,5%, já em São Paulo foi de 4%. Portanto, se um carro custa R$ 83.000 na Tabela FIPE, o IPVA será 2,5% desse valor no Pará, porém para esse mesmo veículo em São Paulo, o IPVA custará 4% desse valor.

O Detran de cada estado define o calendário de vencimento do pagamento do tributo, sendo os dígitos finais da placa do veículo a referência utilizada. Por isso, é importante ficar atento aos calendários divulgados no início de cada ano, acessando o site da Secretaria da Fazenda e Planejamento de cada estado.

Na hora de pagar o IPVA, o consumidor conta com duas opções. Ele pode acessar o site do Detran ou Secretaria de Fazenda do seu estado e acessar os débitos na aba “Consulta de Débitos” ou opção similar. Em seguida, preencher o número do Renavam, Placa, e demais informações, selecionar os débitos que deseja gerar os boletos, e então efetuar o pagamento à vista no banco conveniado ao Detran do seu estado.

Acompanhe tudo sobre:dicas-de-financas-pessoaisImpostosIPVA

Mais de Invest

Avaliada em R$ 1 bilhão, SpaceX avalia abrir capital em junho, diz Bloomberg

Bolsas da Ásia fecham em baixa, após queda em Wall Street com temor sobre juros

Musk diz que Tesla pode competir com a China sem tarifas

Veja o resultado da Mega-Sena, concurso 2728; prêmio é de R$ 40 mi

Mais na Exame