Invest

Leilão da Polícia Federal tem carros a partir de R$ 3 mil; veja como participar

Ao todo, serão leiloados 34 veículos, que possuem documento e estão em boa conservação. Leilão será online no dia 4 de junho

Leilão de carro: veículos a partir de R$ 3 mil são leiloados pela PF (	luoman/Getty Images)

Leilão de carro: veículos a partir de R$ 3 mil são leiloados pela PF ( luoman/Getty Images)

Rebecca Crepaldi
Rebecca Crepaldi

Repórter de finanças

Publicado em 21 de maio de 2024 às 14h17.

A Superintendência Regional da Polícia Federal do Distrito Federal promove um leilão de carros com oportunidades a partir de R$ 3 mil. O leilão ocorre no dia 4 de junho, de forma online. Ao todo, serão leiloados 34 veículos que, segundo a PF, estão documentados e em boa conservação.

Entre os veículos, há carros como um Kia Sorento a partir de R$ 9,5 mil. Outra oferta é um Mitsubishi L200 com lance inicial de R$ 7,5 mil. Ou um Nissan XTerra com lance inicial de R$ 15,5 mil. Há também veículos da marca Ford, como o Ford Focus a partir de R$ 7,5 mil.

Já é possível consultar as informações dos veículos, assim como fotos, no site da leiloeira. Para quem quiser conferir presencialmente, os lotes poderão ser analisados no dia 3 de junho, das 9h às 17h, no pátio de veículos da Polícia Federal, no Setor Policial Sul, quadra 7, lote 9, em Brasília (DF), por meio de agendamento (veja como abaixo).

Como participar?

A sessão online começa às 9h do dia 4 de junho. Qualquer pessoa física ou jurídica poderá participar. Para fazer lances, é preciso se cadastrar no site da leiloeira.

A visita prévia ocorrerá somente com agendamento prévio no site, por meio do preenchimento de um formulário.

Acompanhe tudo sobre:LeilõesCarrosPolícia Federal

Mais de Invest

‘Independência financeira liberta’: Women in Finance discute gestão patrimonial para mulheres

Bancos centrais compram um quinto do ouro do mundo e querem aumentar aposta

Quina de São João: veja os números mais sorteados da história

Ibovespa sobe e recupera os 120 mil antes de decisão do Copom; dólar bate máxima em 18 meses

Mais na Exame