Invest

Lei de FHC pode gerar pagamentos de até R$ 5.385; veja como receber

Os pagamentos podem ser recorrentes para brasileiros que se encaixam em alguns critérios; descubra como é possível resgatar

Lei modificada por FHC possibilita transformar cada R$ 100 em R$ 150 (Rmcarvalho/Getty Images)

Lei modificada por FHC possibilita transformar cada R$ 100 em R$ 150 (Rmcarvalho/Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 13 de dezembro de 2022 às 18h00.

EMPIRICUS - UM CONTEÚDO PROMOCIONAL

Enquanto muitos brasileiros recorrem a empréstimos e “bicos” para complementar a renda mensal, existem algumas pessoas recebendo pagamentos de milhares de reais de forma recorrente, graças a uma lei dos anos 70 editada durante o governo FHC. E a boa notícia é que você pode receber seu primeiro pagamento em breve.

Não estou falando de nenhum auxílio voltado para a população de baixa renda. Na verdade, os efeitos dessa lei podem beneficiar qualquer um, independentemente da classe social.

Além disso, os pagamentos permitidos por esse texto são bem maiores do que qualquer auxílio governamental.

Em casos extremos, a soma dos valores recebidos pode chegar a R$ 21 mil num intervalo de apenas 5 meses – média de R$ 4.200 por mês, com o pico dos pagamentos ficando em R$ 5.385 num único mês

E por mais que esse seja um caso específico e que retornos passados não garantam lucros futuros, é possível receber valores parecidos de maneira recorrente. É como se você tivesse a chance de ganhar um segundo salário todo mês, sem precisar trabalhar nem um minuto a mais para isso.

Muitos brasileiros já estão aproveitando a oportunidade de lucro, e usando os rendimentos para cobrir as despesas do dia a dia, ou até mesmo para outros objetivos: um jantar especial, uma viagem nas férias, o valor de entrada de um carro novo…

QUERO SABER COMO POSSO TER A CHANCE DE RECEBER PAGAMENTOS RECORRENTES GRAÇAS A UMA LEI DOS ANOS 70

Entenda como essa lei pode permitir pagamentos recorrentes com rapidez

Os pagamentos em questão estão vinculados a empresas – são os dividendos.

A lógica por trás disso é bem conhecida: ao comprar uma ação de uma empresa, você se torna “dono” de uma pequena parte dela, e, portanto, tem direito de desfrutar do lucro da companhia.

Essa possibilidade de ganhar dinheiro é tão bem-vista pelos investidores porque os dividendos são garantidos por lei – a Lei das Sociedades Anônimas, responsável por regulamentar o mercado de capitais no Brasil.

Os valores que você pode receber variam de acordo com o desempenho da empresa, mas os pagamentos de proventos são obrigatórios mesmo assim.

E embora a lei tenha sido publicada nos anos 70 e alterada em 2001, durante o governo Fernando Henrique Cardoso, a resolução do texto pode fazer com que você ganhe dinheiro agora, décadas depois.

Atualmente, 4,4 milhões de brasileiros investem na bolsa, mas poucos investidores sabem que existe uma maneira de ir além e ter a chance de desbloquear dividendos extraordinários, graças a um pequeno detalhe na Lei das Sociedades Anônimas.

(Empiricus/Reprodução)

Como dá para ver na imagem acima, o pagamento de dividendos obrigatoriamente acompanha o lucro da empresa.

Isso significa que, mesmo se as ações de uma empresa despencarem, o pagamento de dividendos é mantido, contanto que ela continue dando lucro.

Essa situação é inclusive bem comum, principalmente em momentos de crise –  ações de empresas sólidas e lucrativas sendo negociadas muito abaixo do que valem, e entregando dividendos gordos em seguida.

Nas palavras de Rodolfo Amstalden, analista da Empiricus Research, que comanda uma carteira dedicada a esse tipo de empresa, “temos uma empresa lucrando muito, cujo preço da ação até sobe, mas não acompanha toda a sua lucratividade.”

Às vezes essa assimetria é tão “absurda” que é possível receber um valor maior em dividendos do que o seu investimento inicial – por exemplo, investir R$ 100 e receber até R$ 150.

DESCUBRA COMO TER A CHANCE DE RECEBER 150 REAIS PARA CADA 100 REAIS INVESTIDOS

Lei modificada por FHC possibilita transformar cada R$ 100 em R$ 150

Percebe o “macete” nessa história? Quanto mais “barata” estiver a ação no momento da sua compra, mais você tem a chance de lucrar.

Veja, por exemplo, a Petrobras (PETR4). O total de dividendos pago esse ano ficou em R$ 13,26 por ação. Esse valor foi recebido tanto pelo investidor que pagou R$ 8 pela ação, quanto por aquele que pagou R$ 30.

Foi isso que aconteceu com a Solange, uma investidora que comprou ações da Petrobras (PETR4) em 2015, a R$ 8,69 por ação:

(Empirucus/Reprodução)

… e recebeu cerca de R$ 21 mil em proventos, só nos últimos 5 meses de 2022 – um lucro de cerca de 152%.

Isso é o equivalente a uma renda extra de R$ 4.200 por mês no período, sem precisar levantar um dedo para isso.

Esse é o tipo de dinheiro que pode compor os seus ganhos mensais, como um segundo salário, ou ser reinvestido, podendo gerar lucros maiores ainda.

A boa notícia é que a bolsa brasileira está repleta de empresas de qualidade, com geração de caixa contínua, que continuam entregando lucro apesar da crise, mas cujas ações estão extremamente baratas.

Isso significa que é possível obter ações de companhias sólidas por uma fração do que elas valem, e ganhar dividendos robustos mesmo assim, como a Solange.

Graças a esse “macete”, é possível que pessoas comuns embolsem milhares de reais em renda extra todos os anos, tendo investido valores pequenos.

O único requisito, é claro, é ter as empresas certas na carteira.

Rodolfo Amstalden e sua equipe de analistas montaram uma lista com os nomes das empresas com potencial de entregar dividendos extraordinários nos próximos anos.

Algumas delas estão tão baratas que tornam possível recuperar o investimento inicial em apenas 3 anos, ou até menos – e passar os anos seguintes embolsando valores maiores ainda.

Essa é a hora certa de investir pouco para ter a chance de receber uma renda extra de milhares de reais, na forma de proventos recorrentes.

Você pode conhecer a lista sem compromisso, acessando o link abaixo:

SAIBA COMO ACESSAR A LISTA DE AÇÕES

EMPIRICUS - UM CONTEÚDO PROMOCIONAL

Acompanhe tudo sobre:comecar-a-investirFernando Henrique Cardoso

Mais de Invest

Celesc (CLSC3, CLSC4), Blau Farmacêutica (BLAU3) e mais divulgam JCP; ainda dá para investir

Ibovespa opera em queda com investidores repercutindo ata do Copom; dólar sobe a R$ 5,43

Quanto rende R$ 10 milhões a 110% do CDI?

Mega-Sena sorteia nesta terça-feira prêmio acumulado em R$ 93 milhões

Mais na Exame