Invest

Febraban orienta clientes a dar prioridade a canais digitais por tragédia no Rio Grande do Sul

Federação recomenda que agências bancárias devem ser procuradas apenas em situações imprescindíveis

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 24 de maio de 2024 às 16h49.

Última atualização em 24 de maio de 2024 às 17h24.

Tudo sobreEnchentes no RS
Saiba mais

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) orienta que os clientes dos bancos no Rio Grande do Sul priorizem atendimento por canais digitais para evitar deslocamentos diante das dificuldades de mobilidade causadas pelas enchentes e garantir maior segurança. As agências bancárias devem ser procuradas apenas em situações imprescindíveis.

Usando os aplicativos das instituições financeiras, é possível realizar diversas operações, como pagamento de contas, consulta de saldos e extratos, transferências, agendamento de pagamentos e contratação de serviços e empréstimos, entre outros serviços.

As agências estão em operação, apesar da decretação do estado de calamidade pública, com exceção das que se encontram em locais de risco ou com problemas estruturais, fechadas de forma preventiva, de acordo com a Febraban. As que foram afetadas pelas enchentes, deverão ter a retomada do atendimento quando possível.

Doações

Os bancos associados à entidade já doaram R$ 144,6 milhões para auxiliar no socorro às vítimas das enchentes no estado, conforme divulgado pela Febraban na sexta-feira, 17. As doações foram feitas por Itaú Unibanco, Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Santander Brasil, BTG Pactual, Safra, UBS e Pine.

Além disso, os bancos adotaram medidas emergenciais, como a pausa em pagamentos e a renegociação de dívidas.

"A Febraban e seus bancos associados manifestam profundo pesar às vítimas das chuvas históricas que atingem o Rio Grande do Sul se solidarizam com as famílias atingidas pela catástrofe e se somam aos esforços das autoridades para o atendimento emergencial da população", nota a entidade.

De acordo com a Febraban, esse apoio se soma a outras doações do setor bancário às vítimas das enchentes do Rio Grande do Sul ocorridas em 2023, quando foram doados mais de R$ 4 milhões para auxílio no socorro aos moradores.

Acompanhe tudo sobre:Enchentes no RSRio Grande do SulFebrabanBTG Pactual

Mais de Invest

Conheça o novo lançamento do BTG Pactual: Crédito por Investimentos

Nvidia tem forte queda e perde US$ 500 bi após ter se tornado empresa mais valiosa do mundo

Mega-Sena acumulada: quanto rendem R$ 93 milhões na poupança

Receita paga R$ 8,5 bi de restituição do IR esta semana; veja quem recebe

Mais na Exame