Invest

Desenrola Fies é prorrogado até 31 de agosto; veja como renegociar a dívida

O Comitê Gestor do Fies informou, em Brasília, que a baixa adesão e a situação de calamidade pública no Rio Grande do Sul definiram a dilatação do prazo

Desenrola Fies: as regras para a negociação permanecem as mesmas (Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket/Getty Images)

Desenrola Fies: as regras para a negociação permanecem as mesmas (Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket/Getty Images)

Publicado em 29 de maio de 2024 às 15h13.

Tudo sobreFies
Saiba mais

O prazo para adesão ao Desenrola Fies, que permite a renegociação de dívidas do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), foi estendido por três meses até o dia 31 de agosto. O período para que estudantes tivessem condições especiais para quitar ou estender o prazo de parcelamento das dívidas terminaria nesta sexta-feira (31).

Em nota, o Comitê Gestor do Fies informou, em Brasília, nesta quarta-feira (29), que a baixa adesão e a situação de calamidade pública no Rio Grande do Sul definiram a dilatação do prazo.

De acordo com o colegiado, apenas 22,8% das estimativas de adesão foram efetivadas. No estado impactado pelo extremo climático, com muitas chuvas, as adesões esperadas chegaram a 26,8%. “Pedidos de prorrogação foram apresentados por estudantes que perderam seus documentos e bens devido ao alagamento de suas casas”, informou o comitê.

Mudança de prazo

A resolução com a mudança do prazo foi publicada nesta quarta-feira (29), no Diário Oficial da União. As regras para a negociação permanecem as mesmas. O contrato de financiamento precisa ter sido celebrado até o ano de 2017 com débito ainda vigente em 30 de junho de 2023.

Criado em 2001, o Fies tem como meta viabilizar a permanência e conclusão de estudantes de baixa renda familiar no ensino superior, por meio do financiamento dos cursos de graduação em instituições privadas. Desde 2018, o Fies possibilita juros zero aos estudantes com menor renda familiar e uma escala de financiamento para estudantes de famílias de até três salários mínimos.

Para se inscrever, é necessário ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir da edição de 2010, com média de notas nas provas igual ou superior a 450 pontos, além de não ter zerado a redação.

Quem pode renegociar a dívida no Desenrola Fies?

Conheça os critérios para renegociação das dívidas

1)Para contratos com débitos vencidos e não pagos há mais de 90 dias, em 30/6/2023:

a)  desconto de 100% sobre encargos (juros e multas pelo atraso no pagamento) e de 12% sobre o valor financiado pendente, para pagamento à vista; ou

b)  parcelamento em até 150 parcelas mensais e sucessivas, com desconto de 100% nos encargos, mantidas as demais condições do contrato (ou seja, ficam mantidas as condições de garantia e eventuais taxas de juros do contrato).

2)  Para contratos com débitos vencidos e não pagos há mais de 360 dias, em 30/6/2023, cujos financiados estejam inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) ou tenham sido beneficiários do Auxílio Emergencial 2021:

a)  desconto de 92% sobre o valor total da dívida (valor financiado pendente + juros e multas por atraso no pagamento + juros do contrato), para pagamento total do saldo devedor em até 15 prestações mensais e sucessivas.

3) Para contratos com débitos vencidos e não pagos há mais de 360 dias, em 30/6/2023, cujos financiados estejam cadastrados no CadÚnico ou tenham sido beneficiários do Auxílio Emergencial 2021, com a data da última prestação prevista em contrato em atraso superior há 5 anos:

a)   desconto de 99% sobre o valor total da dívida (valor financiado pendente + juros e multas por atraso no pagamento + juros do contrato), para pagamento total do saldo devedor em até 15 prestações mensais e sucessivas.

4)  Para contratos com débitos vencidos e não pagos há mais de 360 dias, em 30/6/2023, que não se enquadrem nas hipóteses 2 e 3 acima:

a)  desconto de 77% sobre o valor total da dívida (valor financiado pendente + juros e multas por atraso no pagamento + juros do contrato), para pagamento total do saldo devedor em até 15 prestações mensais e sucessivas.

5)   Para contratos com o pagamento em dia (adimplentes) na data da renegociação:

a)   desconto de 12% sobre o valor total da dívida, para pagamento à vista do saldo devedor.

Como participar do Desenrola Fies?

Estudantes com contratos celebrados até 2017 e com inadimplência até 30 de junho de 2023 podem renegociar as dívidas junto à Caixa e ao Banco do Brasil. O interessado deve acessar os aplicativos dos bancos ou ir presencialmente até uma agência.

Caixa Econômica Federal

  • Acesse o aplicativo FIES CAIXA no seu celular.
  • Entre em contato pelo Whatsapp no número 0800 104 0 104.
  • Ligações podem ser feitas pelo número 4004 0 104 (para capitais e regiões metropolitanas) ou pelo 0800 104 0 104 (para as demais regiões do país).

Banco do Brasil

  • Utilize o aplicativo BB no celular.
  • Entre em contato pelo Whatsapp no número 61 4004 0001.
  • Ligue para a Central de Atendimento BB 0800 729 0001.
Acompanhe tudo sobre:FiesDívidas pessoais

Mais de Invest

Caixa abre cadastro de imóveis para compra pelo governo e doação ao RS

Mega-Sena sorteia neste sábado prêmio acumulado em R$ 112 milhões

Itaú (ITUB4) anuncia novo pagamento de JCP; veja os valores

Payroll-bomba põe em xeque queda de juro em setembro e mercado passa a ver apenas um corte neste ano

Mais na Exame