Invest

Os carros que mais desvalorizaram após um ano de uso, segundo a KBB

Prêmio Melhor Revenda, promovido pela consultoria KBB, analisou os preços de 94 modelos em 2021

Chevrolet Ônix Plus: modelo foi o que maisnse desvalorizou na categoria sedã compacto (Chevrolet/Divulgação)

Chevrolet Ônix Plus: modelo foi o que maisnse desvalorizou na categoria sedã compacto (Chevrolet/Divulgação)

Marília Almeida

Marília Almeida

Publicado em 14 de abril de 2022 às 06h00.

O Renault Stepway foi o hatch compacto que teve o pior desempenho na hora da revenda após um ano de uso. O modelo registrou uma desvalorização de 15,77% em 2021. Já o Ford Territory foi o que mais desvalorizou na categoria SUV médio. Nesse caso, o carro perdeu 13,10% do valor no ano. Na categoria sedã compacto, o Chevrolet Ônix Plus foi o modelo que mais se desvalorizou. No período, o modelo teve desvalorização de 7,58%.

Os dados fazem parte do Prêmio Melhor Revenda 2022, calculado pela KBB, consultoria especializada na precificação de veículos novos e usados. Foram analisados 94 modelos para a definição dos ganhadores e perdedores em 19 categorias.

Veja abaixo os carros com o pior desempenho no ano passado:

A KBB consegue rastrear as transações do tipo “C2B” para apurar o preço de troca dos veículos participantes do levantamento. Esse tipo de transação, em que o proprietário particular revende seu veículo a um lojista, é a mais comum entre os consumidores de automóveis 0 km no mercado brasileiro.

Portanto, para saber quais foram os modelos que mais se desvalorizaram no último ano, o prêmio coletou os preços 0 km de cada um deles em janeiro de 2021 e comparou com seus respectivos preços de troca em janeiro de 2022.

Descubra o caminho mais rápido, prático e seguro para chegar à liberdade financeira. Acompanhe a série Nos Trilhos da Prosperidade

Participaram da edição do levantamento todos os automóveis e comerciais leves 0 km à venda no período utilizado para o cálculo e que se mantiveram disponíveis ao consumidor até fevereiro, data de apuração dos resultados.

Desse modo, modelos que trocaram de geração, descontinuados ou que sofreram reestilizações muito marcantes não foram incluídos na pesquisa.

Além disso, um teto de R$ 500 mil foi adotado para exclusão dos carros que superam esse patamar. As exceções foram as categorias “Híbrido” e “Elétrico”.

Participaram do levantamento os seguintes modelos:

Hatch compacto: Fiat Argo, Hyundai HB20, Volkswagen Polo, Chevrolet Onix, Peugeot 208 e Renault Stepway

Sedã compacto: Fiat Cronos, Hyundai HB20S, Caoa Chery Arrizo 5, Nissan Versa, Volkswagen Virtus,  e Chevrolet Ônix Plus

SUV compacto: Volkswagen Nivus, Suzuki Jimny, Caoa Chery Tiggo 2, Peugeot 2008, Renault Duster e Citroen C4 Cactus

Sedã médio: CAOA Chery Arrizo 6 e Toyota Corolla

SUV compacto: Chevrolet Tracker, Hyundai IX35, Suzuki Jimny Sierra, Suzuki S-Cross, Volkswagen T-Cross, Mitsubishi Outlander SP, Jeep Renegade, CAOA Chery Tiggo 5X, Nissan Kicks e JAC T50 Plus

SUV médio: Hyundai Tucson, Mitsubishi Outlander, Mitsubishi Eclipse Cross, Kia Sportage e Ford Territory

SUV grande: Toyota SW4, Mitsubishi Pajero, Chevrolet Trailblazer e Caoa Chery Tiggo 8

Picape compacta: Fiat Strada, Renault Duster Oroch e Volkswagen Saveiro

Picape média ou diesel: Toyota Hilux, Volkswagen Amarok, Nissan Frontier, Chevrolet S-10, Ford Ranger e Mitsubishi L-200

Hatch premium: BMW Série 1, Mercedes-Benz Classe A e Mini Cooper

Sedã premium: Mercedes-Benz CLA, Mercedes-Benz Classe A Sedan, BMW Série 3 e Audi A4

SUV compacto premium: Audi Q3, BMW X2, Porsche Macan, Volvo XC40, BMW X1 e Mini Countryman

Híbrido premium: Porsche Cayenne, Porsche Panamera, Volvo XC90, Volvo XC60, BMW Série 3, Lexus ES e Mini Countryman

Elétrico premium: Porsche Taycan e BMW I3

Picape compacta comercial: Fiat Strada CS, Chevrolet Montana e Volkswagen Saveiro CS

Picape média comercial: Toyota Hilux CS, Chevrolet S-10 CS e Ford Ranger CS

Furgão urbano comercial: Peugeot Expert, Peugeot Partner e Citroen Jumpy

Furgão comercial: Fiat Ducato, Iveco Daily Furgão, Mercedes-Benz Sprinter 314-CDI, Peugeot Boxer, Renault Master, Citroen Jumper

Van comercial: Fiat Ducato Minibus, Mercedes-Benz Sprinter 416-CDI, Peugeot Boxer, Citroen Jumper e Renault Master Minibus

Acompanhe tudo sobre:CarrosGuia de Carrosorcamento-pessoalplanejamento-financeiro-pessoalrenda-pessoal

Mais de Invest

Bolsa americana bate novo recorde após ataque a Trump

Quanto rende R$ 1 milhão a 100% do CDI por dia?

Ibovespa abre em queda com investidores repercutindo atentado contra Trump

Suspensão de dividendos e troca de CEO: ações da Burberry despencam mais de 15%

Mais na Exame