Acompanhe:

Brasileiro deve mudar pensamento sobre dinheiro, diz Mirna Borges

Gestão e educação financeira foram temas de um dos painéis do BTG Talks 2022; evento online e gratuito reúne especialistas para debater o cenário macro, oportunidades de investimento e tendências financeiras

Mirna Borges, do canal EconoMirna: foi a convidada de um dos painéis do primeiro dia do BTG Talks 2022 (Blog BTG Pactual/Divulgação)

Mirna Borges, do canal EconoMirna: foi a convidada de um dos painéis do primeiro dia do BTG Talks 2022 (Blog BTG Pactual/Divulgação)

T
Thais Cancian

2 de setembro de 2022, 18h06

Nos dias 11 e 12 de julho, o BTG Pactual (BPAC11), maior banco de investimento da América Latina, promove o BTG Talks 2022. Online e gratuito, o evento traz especialistas do banco e personalidades do mercado financeiro para debater o cenário econômico global e discutir ideias e oportunidades de investimento para todos os perfis de investidores. Para assistir, basta se inscrever na página do evento.

Convidada do painel “Gestão financeira de sucesso: como cuidar do seu dinheiro de forma assertiva e eficiente”, realizado no primeiro dia do evento (11/07), às 15h, a influenciadora e educadora financeira Mirna Borges, do canal EconoMirna no YouTube, participou de um bate-papo sobre gestão e educação financeira. A conversa, mediada por Jerson Zanlorenzi, responsável pela mesa de ações e derivativos do BTG Pactual, levantou boas práticas e dicas especiais sobre como cuidar bem do seu dinheiro e projetá-lo para realizar planos, objetivos e sonhos de curto, médio e longo prazo.

No bate-papo, Mirna comentou como o dinheiro costuma ser tratado como um tabu no Brasil. “Tem muita gente que carrega crenças negativas em relação a dinheiro, como ‘dinheiro é sujo’, ‘dinheiro é raiz de todo mal’, ‘dinheiro não dá em árvore’, ‘só serve para pagar contas’, ‘todo rico é ganancioso’...”, conta.

Assine a EXAME e conte com a ajuda dos maiores especialistas do mercado na hora de investir

Para a educadora, melhorar a relação com o dinheiro é fundamental para qualquer pessoa que queira se tornar um investidor. “Antes mesmo de começar a investir, o primeiro passo deve ser mudar o seu pensamento sobre dinheiro, gostar dele, para que a sua relação seja prazerosa. Dinheiro também pode ser um meio para proporcionar prazeres e sonhos”, pontua.

Para ela, o segundo passo de qualquer jornada financeira deve ser construir uma reserva de emergência, isto é, um valor guardado para futuros imprevistos, que podem, ou não, se concretizar. “É o preço do seu sossego”, brinca Jerson. “Na pandemia, quem não criou uma reserva de emergência sentiu as consequências na pele”, comenta.

A partir disso, para a especialista, é hora de começar a planejar os seus sonhos de curto, médio e longo prazo. Nessa tarefa, Mirna Borges indica procurar conhecer o seu perfil, as suas fases de vida, as capacidades da sua renda, para então definir objetivos específicos, planos detalhados e metas reais que permitam alcançar os seus sonhos. “Se você não juntou nada até hoje, agora é hora de começar. Com 50 reais, 100 reais, 5% do seu salário, ou 10%, não importa. Não tenha medo de começar. Procure conhecimentos, acompanhe um especialista com quem você se identifique, e tenha em mente que nada acontecerá ‘da noite para o dia’. Construir o seu patrimônio deve ser um processo prazeroso para você”, afirma.

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia