Minhas Finanças

Governo aumentará limite de compras no free shop para US$ 1.000

Limite de compras feitas em lojas dos aeroportos deve passar de 500 para 1000 dólares

Compras: free shops ou duty free shops são lojas geralmente localizadas em salas de embarque e desembarque de aeroportos (Milkos/Getty Images)

Compras: free shops ou duty free shops são lojas geralmente localizadas em salas de embarque e desembarque de aeroportos (Milkos/Getty Images)

AB

Agência Brasil

Publicado em 11 de outubro de 2019 às 11h05.

Última atualização em 17 de setembro de 2020 às 18h53.

São Paulo — O presidente Jair Bolsonaro informou hoje (11) que o governo federal vai dobrar o limite atual para compras em free shops. "Os brasileiros que voltam de viagens do exterior poderão comprar US$ 1 mil em produtos nos aeroportos - hoje, o limite é de US$ 500", escreveu em sua conta pessoa no Twitter.

Os free shops ou duty free shops são lojas geralmente localizadas em salas de embarque e desembarque de aeroportos onde os produtos são vendidos sem encargos e tributos. De acordo com o presidente, o Ministério da Economia prepara decreto com a medida, a ser publicado nos próximos dias.

Ainda pelo Twitter, Bolsonaro também informou que a cota permitida para compras no Paraguai, via terrestre, vai mudar. Nesse caso, o governo vai ampliar de US$ 300 para US$ 500 o valor máximo por pessoa que cruza a fronteira.

Acompanhe tudo sobre:ComprasConsumidoresDuty FreeJair Bolsonaro

Mais de Minhas Finanças

Mega-Sena acumulada: quanto rendem R$ 65 milhões na poupança

Mega-sena acumula novamente e prêmio vai a R$ 65 milhões

Veja o resultado da Mega-Sena concurso 2752: prêmio acumulado é de R$ 58,1 milhões

Receita libera consulta ao 3º lote de restituição do IR 2024; veja como consultar

Mais na Exame