Acompanhe:

XP anuncia oferta pública de US$ 1,3 bi em ações

Oferta consiste de 27.567.485 ações ordinárias classe A da XP, das quais 20,4 milhões são detidas pelo Itaú Unibanco

XP: coordenadores da operação serão a XP Investimentos, Itaú BBA, Morgan Stanley e JPMorgan (Amanda Perobelli/Reuters)

XP: coordenadores da operação serão a XP Investimentos, Itaú BBA, Morgan Stanley e JPMorgan (Amanda Perobelli/Reuters)

E
Estadão Conteúdo

30 de novembro de 2020, 19h47

A XP anunciou nesta segunda-feira, 30, uma oferta pública subsequente de ações (follow on) na qual a própria companhia e o Itaú Unibanco serão vendedores. O banco vai vender as ações que ficaram fora da Newco, empresa criada para ficar com participação de 41,05% que o Itaú detém na XP.

A XP vai oferecer 7.130.435 ações na oferta, podendo levantar, com base na cotação de fechamento de hoje (US$ 41,01), cerca de US$ 292 milhões. O Itaú vai vender outras 20.437.050 ações, e pode levantar cerca de US$ 838 milhões. Assim, a oferta pode movimentar algo próximo9 de US$ 1,1 bilhão.

Os coordenadores da operação serão a XP Investimentos, Itaú BBA, Morgan Stanley e JPMorgan.

Na semana passada, a XP anunciou que estuda uma possível fusão com a Newco que, se aprovada, poderá resultar em uma relação de troca de ações por emissão de papéis Classe A na Nasdaq, ou Brazilian Depositary Receipts (BDRs) na B3.