Invest

Vale (VALE3) antecipa em 2 anos meta de 100% de consumo de energia renovável no Brasil

Segundo companhia, toda a energia elétrica utilizada nas suas operações no Brasil em 2023 foi proveniente de fontes renováveis

Vale: companhia diz que usou, em 2023, somente fontes de energias renováveis (Tomaz Silva/Agência Brasil)

Vale: companhia diz que usou, em 2023, somente fontes de energias renováveis (Tomaz Silva/Agência Brasil)

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 15 de abril de 2024 às 12h34.

A Vale (VALE3) informou nesta segunda-feira, 15, que toda a energia elétrica utilizada nas suas operações no Brasil em 2023 foi proveniente de fontes renováveis, como usinas hidrelétricas, eólicas e solar. Com isso, a empresa atingiu a meta de ter 100% de consumo de energia elétrica renovável no País dois anos antes do prazo previsto, que era 2025.

Em nota, a empresa destaca que o atingimento da meta significa que a Vale zerou suas emissões indiretas de CO2 no Brasil, que correspondem ao escopo 2. A empresa ainda tem o desafio de alcançar 100% de consumo de energia renovável em suas operações globais até 2030. No momento, esse indicador está em 88,5%.

"Estamos anunciando um marco importante na estratégia de descarbonização da Vale, que busca reduzir em 33% suas emissões de CO2 de escopos 1 e 2 (diretos e indiretos) até 2030 e zerar suas emissões líquidas até 2050", explica a diretora de Energia e Descarbonização, Ludmila Nascimento.

Segundo a empresa, para que a meta fosse atingida dois anos antes do prazo, foi fundamental a entrada em operação do complexo solar Sol do Cerrado, em novembro de 2022.

Localizado em Jaíba (MG), o complexo representou um investimento de R$ 3 bilhões da Vale. É um dos maiores parques de energia solar da América Latina, com potência instalada de 766 Megawatts-pico, o equivalente ao consumo de uma cidade de 800 mil habitantes. Em julho de 2023, o complexo atingiu sua capacidade máxima. Sua contribuição potencial é de cerca de 16% de toda a energia elétrica consumida pela Vale no Brasil.

A Vale atualmente é suprida por um portfólio de energia renovável de 2,6 GW de capacidade instalada, o equivalente ao consumo de mais de 3 milhões de habitantes. São 14 ativos detidos por meio de participação direta e indireta em consórcios e empresas (dez usinas hidrelétricas, três eólicas e o Sol do Cerrado). Se fosse uma geradora de energia, a Vale seria a 15ª maior do País.

Em suas operações globais, a Vale também avança para chegar ao consumo de 100% de energia renovável até 2030. A empresa investe em parcerias em joint ventures, certificados de geração renovável nos contratos (PPAs) e iniciativas de inovação para eficiência no uso de baterias.

Acompanhe tudo sobre:VALE3ValeEnergia elétricaEnergia renovável

Mais de Invest

Para acelerar atendimento a benefícios sociais, Caixa abre 17 agências no RS no sábado e domingo

Sem ‘abocanhada’ do leão: analista recomenda 4 ativos de renda fixa que pagam até IPCA + 7,1%

Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 30 milhões neste sábado; veja como apostar

O plano da Reag para reerguer a GetNinjas (NINJ3)

Mais na Exame