Acompanhe:

Surge aposta em 2,5 pontos percentuais de cortes do Fed em 2024

Na semana passada, os fundos alavancados de Wall Street aumentaram suas posições compradas líquidas em futuros de SOFR

Modo escuro

Continua após a publicidade
FED: A posição feita através de opções de SOFR, uma taxa interbancária que acompanha a meta do Fed, começa a gerar ganhos se o BC americano reduzir sua taxa de referência (Samuel Corum//Getty Images)

FED: A posição feita através de opções de SOFR, uma taxa interbancária que acompanha a meta do Fed, começa a gerar ganhos se o BC americano reduzir sua taxa de referência (Samuel Corum//Getty Images)

Pelo menos um investidor no mercado de opções está posicionado para 2,5 pontos percentuais de flexibilização monetária do Federal Reserve no ano que vem.

A posição feita através de opções de SOFR, uma taxa interbancária que acompanha a meta do Fed, começa a gerar ganhos se o BC americano reduzir sua taxa de referência para cerca de 3% até setembro do próximo ano. A aposta pagou um prêmio de US$ 13 milhões e pode render US$ 200 milhões se a SOFR cair para até 2%, segundo análise da Bloomberg.

Embora seja uma aposta atípica que não reflete o posicionamento mais amplo do mercado, é uma evidência do aumento da atividade com derivados ligados às decisões do Fed.

Na semana passada, os fundos alavancados de Wall Street aumentaram suas posições compradas líquidas em futuros de SOFR para um novo recorde, segundo dados da Commodity Futures Trading Commission, que regula o mercado de derivativos nos EUA. As posições compradas são apostas na queda dos juros.

Os fluxos para futuros de SOFR na segunda-feira incluíram a compra de um enorme bloco de 40.000 contratos para dezembro de 2023, precificado próximo de um nível que indica manutenção da taxa básica.

Os swaps de juros precificam quase 1 ponto percentual de cortes até o final do ano que vem.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Dólar cai 0,47% com ajustes em meio à fala dura de Campos Neto
seloMercados

Dólar cai 0,47% com ajustes em meio à fala dura de Campos Neto

Há 12 horas

Os recados de Campos Neto: aumento de incertezas e o risco de fim do ciclo de queda de juros
Economia

Os recados de Campos Neto: aumento de incertezas e o risco de fim do ciclo de queda de juros

Há 17 horas

Ibovespa cai pelo 6º pregão seguido e tem maior sequência negativa em 9 meses
seloMercados

Ibovespa cai pelo 6º pregão seguido e tem maior sequência negativa em 9 meses

Há 20 horas

Livro-bege dos EUA, dólar, IBC-Br e Petrobras (PETR4): os assuntos que movem o mercado
seloMercados

Livro-bege dos EUA, dólar, IBC-Br e Petrobras (PETR4): os assuntos que movem o mercado

Há 22 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais