Mercados

Sonae Sierra sai a R$ 20 e oferta gira até R$ 478,26 mi

São Paulo - A oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da administradora de shoppings Sonae Sierra movimentou até R$ 478,26 milhões, de acordo com dados registrados na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Diante da baixa procura, o preço por ação precisou ser reduzido para R$ 20, abaixo do piso da faixa […]

EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 9 de fevereiro de 2011 às 12h17.

São Paulo - A oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da administradora de shoppings Sonae Sierra movimentou até R$ 478,26 milhões, de acordo com dados registrados na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Diante da baixa procura, o preço por ação precisou ser reduzido para R$ 20, abaixo do piso da faixa indicativa - que variava entre R$ 21,50 e R$ 26,50 -, um sinal de que o mercado continua cauteloso com as novatas na bolsa, apesar do sucesso de aberturas de capital recentes, como Arezzo e Droga Raia.

Conforme apurou a Agência Estado, os investidores sentiram-se desconfortáveis com o fato de a empresa ter informado que usará parte dos recursos do IPO para pagar um empréstimo de R$ 76,1 milhões tomado dos controladores - a portuguesa Sonae Sierra e o fundo de investimento imobiliário norte-americano DDR. A grande variedade de empresas do mesmo segmento já listadas também teria inibido o apetite do mercado pelo IPO.

A companhia, que chega à bolsa avaliada em R$ 1,54 bilhão, possui atualmente dez shoppings em funcionamento, dos quais oito no Estado de São Paulo, e três em processo de construção, nas cidades de Uberlândia (MG), Londrina (PR) e Goiânia. Além de pagar o financiamento, o dinheiro do IPO será investido no desenvolvimento, expansão e reforma de shoppings, além da aquisição de terrenos e de participações em empreendimentos.

A companhia pretendia inicialmente emitir 21.739.130 ações. Além do lote principal, foram registrados na CVM outros 2.173.913 papéis - parte do lote suplementar, que se não for exercido reduzirá o valor do IPO para R$ 435 milhões. A estreia das ações da Sonae Sierra está prevista para quinta-feira, sob o código "SSBR3". O Credit Suisse é o coordenador líder do IPO. O banco atua ao lado de Itaú BBA e JP Morgan.

Acompanhe tudo sobre:ComércioEmpresasEmpresas portuguesasIPOsMercado financeiroShopping centersSonae SierraVarejo

Mais de Mercados

Ibovespa perde os 129 mil pontos com incertezas fiscais no radar; dólar dispara 1,31% a R$ 5,556

Ações da Volvo sobem 7% enquanto investidores aguardam BCE

Reunião de Lula sobre corte de gastos e decisão de juros na Europa: o que move o mercado

BC eleva o limite de operações de câmbio feitas em instituições não bancárias para US$ 500 mil

Mais na Exame