Invest

Minoritários da Petrobras pedem assembleia para eleição do presidente do Conselho

Estatal alega que assembleia implicaria custos desnecessários para a companhia e seus acionistas

Operação da Petrobras: estatal responde aos minoritários (Germano Lüders/Exame)

Operação da Petrobras: estatal responde aos minoritários (Germano Lüders/Exame)

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 31 de maio de 2024 às 14h06.

Última atualização em 31 de maio de 2024 às 14h54.

A Petrobras (PETR4) informou nesta sexta-feira, 31, que recebeu correspondências de acionistas minoritários da companhia solicitando a convocação de Assembleia Geral Extraordinária (AGE) para eleição dos membros do conselho de administração e para a presidência do colegiado, sob o argumento de que teria havido destituição de membro do conselho, o que, segundo a estatal, não corresponde aos fatos.

Na semana passada, o Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado) adiantou que acionistas estrangeiros da estatal estavam se articulando para tentar convocar uma AGE para submeter as mudanças no comando da petroleira à Lei das Estatais.

Em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a Petrobras diz que entende que não há motivos para a convocação de uma AGE e reitera o Comunicado divulgado ao mercado em 15 de maio de 2024, em que explicitou que a legislação não prevê a convocação de Assembleia de Acionistas neste momento. "A realização de uma Assembleia implicaria em custos desnecessários para a companhia e seus acionistas", afirma.

A estatal diz, no entanto, que os pedidos serão submetidos à avaliação jurídica e passarão pelos procedimentos de governança da companhia.

Acompanhe tudo sobre:PetrobrasAçõesacionistas-minoritarios

Mais de Invest

Veja o resultado da Mega-Sena concurso 2751: prêmio acumulado é de R$ 51,9 milhões

Realização de lucros? Buffett vende R$ 8 bilhões em ações do Bank of America

Mega-Sena sorteia neste sábado prêmio acumulado em R$ 53 milhões

O que é private equity e como funciona?

Mais na Exame