Invest

Santander (SANB11) anuncia recompra de até 36 milhões de units

Prazo da operação é de 18 meses, com encerramento em 2024

Santander: units do banco acumulam desvalorização de 7,10% (Rodrigo Garrido/Reuters)

Santander: units do banco acumulam desvalorização de 7,10% (Rodrigo Garrido/Reuters)

BQ

Beatriz Quesada

Publicado em 2 de agosto de 2022 às 18h52.

O conselho de administração do Santander Brasil (SANB11) aprovou, nesta terça-feira, 2, um novo programa de recompra de units, representativas, cada uma, de uma ação ordinária e uma ação preferencial, em sequência ao programa de recompra que expirou hoje.

Serão adquiridos até 36 milhões de papéis, que representam aproximadamente 1% da totalidade do capital social da companhia. O prazo para a aquisição é de 18 meses, contados a partir de amanhã, dia 3 de agosto, até o dia 5 de fevereiro de 2024.

Segundo fato relevante, a recompra tem por objetivo maximizar a geração de valor para os acionistas e viabilizar o pagamento de administradores, empregados de nível gerencial e outros funcionários da companhia.

A companhia possuía, em 30 de junho, 345 milhões de ações ordinárias e 373 milhões de ações preferenciais em circulação.

No acumulado do ano, as units do Santander acumulam desvalorização de 7,10%, enquanto o índice que mede o desempenho de empresas do setor financeiro na bolsa brasileira, o IFNC, sobe 5%.

 

Acompanhe tudo sobre:AçõesRecompra de açõesSantander

Mais de Invest

Petrobras (PETR4), dados da atividade americana e discussões fiscais: o que move o mercado

Fundo vai comprar mais de US$ 10 bilhões da Nvidia e se "desfazer" da Apple

O que são ADRs e como investir em empresas na bolsa americana

Nota Fiscal Paulista libera R$ 35 milhões em crédito; veja como transferir o dinheiro

Mais na Exame