Mercados

Rússia planeja 1ª emissão de bônus em iuanes, diz fonte

Governo russo poderá oferecer o equivalente a cerca US$ 1 bilhão em bônus de cinco anos já na próxima semana

Iuanes: venda de bônus deverá ocorrer em Moscou e espera-se que a maioria dos compradores seja investidores da China (Arquivo/AFP)

Iuanes: venda de bônus deverá ocorrer em Moscou e espera-se que a maioria dos compradores seja investidores da China (Arquivo/AFP)

EC

Estadão Conteúdo

Publicado em 30 de novembro de 2017 às 12h52.

Moscou - A Rússia planeja fazer sua primeira emissão de bônus soberanos denominados em iuanes, à medida que Moscou olha para investidores chineses como uma nova fonte de financiamento num momento de relações tensas com países do Ocidente.

Segundo fonte com conhecimento do assunto, o governo russo poderá oferecer o equivalente a cerca US$ 1 bilhão em bônus de cinco anos denominados na moeda chinesa já na próxima semana.

A venda deverá ocorrer em Moscou e espera-se que a maioria dos compradores seja investidores da China, revelou a fonte.

Nesta quinta-feira, autoridades do governo russo se encontraram com dezenas de investidores chineses em um almoço em Hong Kong, durante o qual falaram sobre desdobramentos econômicos da Rússia e a estratégia do país para sua dívida e mercados financeiros.

Acompanhe tudo sobre:BônusIuaneRússia

Mais de Mercados

Por que Argentina de Milei tem animado o mercado, apesar de inflação recorde e retração

Após balanço, Nvidia (NVDC34) já vale mais que Amazon (AMZO34) e Tesla (TSLA34) juntas

Bolsas da Europa fecham sem sinal único, com cautela por política monetária

Gol (GOLL4) e Azul (AZUL4) disparam mais de 10% após anúncio de parceria para voos no Brasil

Mais na Exame