Acompanhe:

A gestora REAG anunciou nesta quarta-feira, 27, a compra da gestora Quasar, com foco em crédito privado e R$ 20 bilhões sob gestão. Com a aquisição, a REAG, do CEO João Carlos Mansur, bateu R$ 162,6 bilhões em investimentos. O movimento, segundo a REAG, deve marcar apenas o início de uma série de aquisições no segmento de asset management.

A REAG tem atravessado o período de maior crescimento de sua história por meio de aquisições. Criada em 2011, a gestora se estabeleceu em operações de fundos imobiliários e special situations. Com a chegada da Quasar, a REAG visa reforçar as frentes de crédito estruturadas tanto em capital investido quanto em profissionais especializados.

"Não miramos volume, mas empresas com times qualificados que contribuirão para o desenvolvimento de soluções tão boas ou melhores do que as que já oferecemos hoje. É o caso da equipe de 20 profissionais da Quasar, que passa a integrar a REAG", afirma Mansur em nota dedicada à imprensa.

A maior porção dos investimentos está em fundos de participações (FIPs). São cerca de 110 bilhões investidos na classe, que coloca a REAG como a segunda maior gestora de FIPs do Brasil, atrás apenas da BRL Trust. Em volume em investimentos, a REAG ocupa a nona colocação, segundo ranking da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (ANBIMA).

Histórico de aquisições

Nos dois últimos anos, o crescimento da REAG foi focado em empresas de gestão de fortunas, com as compras da Rapier e Quadrante Investimentos. Nos anos anteriores, a gestora também comprou a BizHub Ventures, de venture capital, e as empresas de crédito Qista, SOSBolso, Bom Pra Crédito e Condocash. 

"Os próximos passos da estratégia devem incluir aquisições de outras casas focadas e qualificadas em áreas específicas, sempre com a preocupação de trazer pessoas capacitadas para agregar valor às soluções do grupo. Afinal, o nosso negócio é feito por pessoas", diz Mansur. 

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Brasil sofre duas vezes com a alta do petróleo, diz Alexandre Silverio, CEO da Tenax Capital
seloMercados

Brasil sofre duas vezes com a alta do petróleo, diz Alexandre Silverio, CEO da Tenax Capital

Há um dia

Os FIDCs estão na idade da pedra. A Black 101 quer trazê-los para a era da IA
Exame IN

Os FIDCs estão na idade da pedra. A Black 101 quer trazê-los para a era da IA

Há um dia

O que é FIDC, como funciona e como investir?
seloGuia de Investimentos

O que é FIDC, como funciona e como investir?

Há um dia

“Estou muito interessado em oportunidades no Brasil”, diz Victor Lazarte, fundador da Wildlife
seloNegócios

“Estou muito interessado em oportunidades no Brasil”, diz Victor Lazarte, fundador da Wildlife

Há uma semana

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais