Invest

Para fortalecer presença na Ásia, Alibaba faz aporte adicional de US$ 634 milhões na Lazada

Por enquanto, os investimentos acumulados do Alibaba na Lazada ultrapassam US$7,4 bilhões

China2Brazil
China2Brazil

Agência

Publicado em 14 de dezembro de 2023 às 18h14.

Última atualização em 14 de dezembro de 2023 às 18h15.

O Alibaba adicionou recentemente um investimento de US$634 milhões à Lazada, uma plataforma de comércio eletrônico do sudeste asiático, como parte de seus esforços para reforçar sua presença na região. Esta injeção de capital ocorre enquanto o Alibaba continua a avaliar e ajustar suas estratégias, com a cifra total de investimentos da Alibaba na Lazada superando US$ 1,8 bilhão somente neste ano.

Historicamente, o Alibaba investiu US$1 bilhão em 2017, e US$2 bilhões em 2018, e um total de US$1,6 bilhão em 2022, antes deste mais recente aporte de US$634 milhões em 2023. Até o momento, os investimentos acumulados do Alibaba na Lazada ultrapassam US$7,4 bilhões.

Especialistas observam que este novo investimento destaca a alta prioridade e os ajustes estratégicos que o Grupo Alibaba vem fazendo no mercado do sudeste asiático. A Lazada, sendo uma das maiores plataformas de comércio eletrônico da região, detém uma significativa participação de mercado e base de usuários. Ao continuar investindo na Lazada, o Alibaba visa consolidar ainda mais sua posição na região e ampliar sua influência no mercado.

Os resultados financeiros do Alibaba para o terceiro trimestre indicam um crescimento significativo nas receitas provenientes de suas operações de varejo internacional, atingindo RMB 18,978 bilhões (cerca de US$2,98 bilhões), representando um aumento de 73% em relação ao mesmo período do ano anterior. Este crescimento foi impulsionado pelo desempenho robusto de plataformas de varejo chave, como a Lazada, AliExpress e Trendyol.

A Lazada é vista como uma peça-chave para o sucesso do Alibaba no mercado de comércio eletrônico do sudeste asiático. A empresa estabeleceu metas ambiciosas, como alcançar US$100 bilhões em volume bruto de mercadorias (GMV) até 2030, atendendo a 300 milhões de consumidores.

O mercado do sudeste asiático é reconhecido como um dos mais promissores globalmente no setor de comércio eletrônico. De acordo com o relatório de previsões de comércio eletrônico global de 2023 da eMarketer, a receita do mercado de comércio eletrônico do sudeste asiático deve atingir US$113,9 bilhões até 2023, com um aumento projetado de 18,6%, superando a média global de 8,9%.

Vários grandes plataformas de comércio eletrônico transfronteiriço já entraram neste mercado. Além das plataformas principais do Sudeste Asiático, como Lazada e Shopee, estreantes como TikTok e Temu também estão de olho neste mercado.

O CEO da Ningbo New Oriental Trading Co., Zhu Qiucheng, destaca que, à medida que mais empresas de comércio eletrônico entram no mercado, a Lazada enfrenta uma competição cada vez mais acirrada, combinada com desafios econômicos na região, como o crescimento mais lento e a inflação.

Acompanhe tudo sobre:Alibaba

Mais de Invest

Mineradoras vão aproveitar o bom momento do ouro?

Ações da Nvidia ainda têm 24% de potencial de alta, diz Bank of America

Dólar cai com commodities, após viés de alta por Treasuries antes de payroll

Ibovespa opera em queda após payroll acima do esperado

Mais na Exame