OSX, de Eike Batista, dobra de valor após encerrar recuperação judicial

Também ligada ao empresário, papéis da MMX dispararam mais de 80%
Eike Batista: sócio da OSX e da MMX já foi condenado por manipulação de mercado (Wilson Dias/Agência Brasil)
Eike Batista: sócio da OSX e da MMX já foi condenado por manipulação de mercado (Wilson Dias/Agência Brasil)
Por Guilherme GuilhermePublicado em 25/11/2020 13:27 | Última atualização em 26/11/2020 10:38Tempo de Leitura: 2 min de leitura

As ações da OSX fecharam em alta de 157,09% nesta quarta-feira, 25, após a empresa informar, por meio de fato relevante, que a Justiça encerrou o processo de recuperação judicial em que se encontrava. Com mais de 10% das ações da empresa no seu nome, o empresário Eike Batista é um dos acionistas relevantes da empresa. Os papéis da MMX, que também tem o empresário entre os principais acionistas, subirem 81,04%.

É perigoso investir em OSX? Conte com a assessoria completa do BTG Pactual Digital e não fique mais em dúvida.

Embora a Justiça tenha encerrado o processo de recuperação judicial, a companhia segue apresentando perdas atrás de perdas. Somente no terceiro trimestre, seu prejuízo líquido ficou em 240,4 milhões de reais, sendo que no acumulado do ano até o fim de setembro o prejuízo totaliza mais de meio bilhão de reais.

(BTG Pactual Digital/Divulgação)

“Chamamos a atenção para o fato da Companhia e suas controladas estarem incorrendo em prejuízos constantes. (...) indicando incerteza significativa quanto à capacidade da Companhia e suas controladas continuarem operando, existindo, inclusive, a possibilidade da Companhia e suas controladas não serem capazes de realizar seus ativos e saldar seus passivos durante o curso normal dos negócios”, afirmou a empresa Lopes Machado, que fez a auditoria do último balanço da OSX.