Mercados

Negócio com GP faz ações da Parmalat dispararem

Fundo assumirá o controle das operações relacionadas a leite da Laep, controladora da marca

EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 15 de março de 2010 às 13h54.

São Paulo - Com o anúncio da futura aquisição da Parmalat pelo GP Investimentos, um dos maiores fundos de private equity do Brasil, as ações da Laep, controladora da marca, dispararam. Às 11h17, os papéis da empresa (MILK11) apresentavam um aumento de 12,73%, sendo negociados a 1,86 reais.

O negócio prevê a formação de um consórcio operacional entre a Leitbom, da GP, e a maior parte dos ativos da Parmalat, incluindo as três fábricas da Glória e da Ibituruna. O GP vai assumir o controle do novo negócio. Em troca, a Laep deve receber uma participação de 40% da empresa originada pela união de Parmalt e Leitbom. O GP fica com os outros 60%.

Ambas as empresas negam que o negócio preveja pura e simplesmente a aquisição da Parmalat pelo GP. A preocupação dos executivos do fundo de private equity é não herdar as dívidas da Laep, a controladora da Parmalat, que está em recuperação judicial. A Laep enfrenta problemas com dívidas desde a abertura de seu capital, realizado em 2007.

Acompanhe tudo sobre:AçõesEmpresasEmpresas italianasFusões e AquisiçõesLaepParmalat

Mais de Mercados

Musk recebe sinal verde de acionistas da Tesla para remuneração bilionária

50 empresas que geraram mais valor aos acionistas; apenas uma é do Brasil

Vale prevê que vendas de minério e aglomerados ao Oriente Médio podem chegar a 67 milhões de t

Onde investir? Veja quem ganha e (quem perde) com a desvalorização do real

Mais na Exame