Acompanhe:

O ministro de Energia da Arábia Saudita, o príncipe Abdulaziz bin Salman, afirmou nesta segunda-feira, 4, que "acredita honestamente" que os integrantes da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados (Opep+) entregarão os cortes de 2,2 milhões de barris por dia (bpd) anunciados na semana passada.

Em entrevista à Bloomberg TV, às margens da COP28, o ministro afirmou que o cartel tomou uma postura cautelosa ao sinalizar ao mercado de que os planos de oferta ocorrerão de maneira gradual.

"Como não sabemos qual será a situação do mercado em janeiro, fevereiro e março, quisemos ser cuidadosos com a linguagem que usamos", disse.

Bin Salman ressaltou ainda que os cortes "absolutamente" poderiam ser estendidos para além do primeiro trimestre, de acordo com a Bloomberg.

Os comentários acontecem em meio a especulações entre investidores de que a Opep+ teria dificuldades para cumprir a redução anunciada.

Para a Rystad Energy, o grupo frustrou expectativas ao estabelecer um plano de curto prazo, sem aparente consenso entre os membros.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Donas da Ozempic e Mounjaro dobram de tamanho em um ano e superam valor de todo o mercado brasileiro
seloMercados

Donas da Ozempic e Mounjaro dobram de tamanho em um ano e superam valor de todo o mercado brasileiro

Há 10 horas

BCE pode ter razões para cortar juros antes do Fed pela primeira vez, diz Gavekal
seloMercados

BCE pode ter razões para cortar juros antes do Fed pela primeira vez, diz Gavekal

Há 13 horas

Mega-Sena acumulada: quanto rendem R$ 120 milhões na poupança
seloMercados

Mega-Sena acumulada: quanto rendem R$ 120 milhões na poupança

Há 13 horas

Na expectativa dos resultados do 4T23, BRF (BRFS3) dispara no Ibovespa e puxa alta de frigoríficos
seloMercados

BRF (BRFS3) dispara no Ibovespa e puxa alta de frigoríficos

Há 14 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais