Acompanhe:

A Microsoft (MSFT34) teve lucro líquido de US$ 21,9 bilhões no segundo trimestre fiscal de 2024 (equivalente ao quarto trimestre de 2023), alta de 33% em comparação ao mesmo período do ano anterior. Em termos ajustados, a empresa teve lucro de US$ 2,93 por ação, acima do consenso de US$ 2,77 de analistas consultados pela FactSet.

Já a receita da Microsoft subiu a US$ 62 bilhões, avançando 18% no confronto anual. O valor também superou o esperado pelo consenso da FactSet, US$ 61,1 bilhões. Os resultados também abarcam a aquisição da Activision Blizzard pela Microsoft em outubro de 2023.

A receita em Nuvem Inteligente da empresa foi de US$ 25,9 bilhões e aumentou 20% com relação ao ano anterior. As receitas de produtos de servidor e serviços em nuvem aumentaram 22%, impulsionadas pelo crescimento de 30% da receita do Azure e de outros serviços. Tais produtos estão ligados aos desenvolvimentos de inteligência artificial da empresa.

"A forte execução de nossas equipes de vendas e parceiros levou a receita da Microsoft Cloud a US$ 33,7 bilhões, um aumento de 24% (22% em moeda constante) em relação ao ano anterior", afirmou a vice-presidente executiva e diretora financeira da Microsoft, Amy Hood.

Apesar de superar expectativas, a ação da Microsoft estava volátil no after hours de Nova York e, por volta das 18h25 (de Brasília), recuava 0,55%. Em redes sociais, traders comentavam que a surpresa positiva nas principais métricas de receita foi relativamente tímida e que investidores haviam se posicionado para números mais robustos.

Confira as últimas notícias de Invest:

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Renda fixa e Renda variável: entenda a diferença dessas duas classes de ativos
seloGuia de Investimentos

Renda fixa e Renda variável: entenda a diferença dessas duas classes de ativos

Há 5 horas

Essequibo: Maduro promulga lei que anexa território da Guiana à Venezuela
Mundo

Essequibo: Maduro promulga lei que anexa território da Guiana à Venezuela

Há 5 horas

Vendas de Stellantis caem no 1º trimestre nos EUA; Ford vai melhor que o esperado
seloMercados

Vendas de Stellantis caem no 1º trimestre nos EUA; Ford vai melhor que o esperado

Há 15 horas

Presidente do Fed vê riscos tanto em corte de juros prematuro quanto em relaxamento tardio
seloMercados

Presidente do Fed vê riscos tanto em corte de juros prematuro quanto em relaxamento tardio

Há 21 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais