Acompanhe:

Mercadante assume o BNDES, Focus, prévia da CVC, agências rebaixam Light e o que mais move o mercado

Dados surpreendentes do mercado de trabalho americano seguem como ponto de cautela no mercado internacional; bolsas caem e dólar volta a subir no exterior

Modo escuro

Continua após a publicidade
Aloizio Mercadante: ex-ministro toma posse no BNDES nesta segunda (EVARISTO SA/AFP via/Getty Images)

Aloizio Mercadante: ex-ministro toma posse no BNDES nesta segunda (EVARISTO SA/AFP via/Getty Images)

G
Guilherme Guilherme

Publicado em 6 de fevereiro de 2023 às, 07h46.

Última atualização em 6 de fevereiro de 2023 às, 08h05.

O cenário segue negativo no mercado internacional nesta segunda-feira, 6, com investidores ainda digerindo a bateria de dados americanos divulgados no fim da última semana. A maior surpresa ficou com os números do mercado de trabalho, que voltaram a superar as projeções de economistas, levando investidores a precificarem juros mais altos nos Estados Unidos.

O payroll, considerado um dos principais indicadores da economia americana, revelou a criação de 517.000 empregos urbanos em janeiro -- mais que o dobro do consenso de 185.000 novos postos para o período. Já a taxa a desemprego caiu de 3,5% para 3,4%, a menor desde 1969.

O mercado de trabalho superaquecido nos Estados Unidos tem feito investidores reduzirem as apostas de quedas de juros ainda neste ano, provocando efeitos sobre os mercados globais. Bolsas caem e o dólar se fortalece no mundo, com a perspectiva de um Federal Reserve (Fed) mais duro. Os últimos dados também aumentaram as expectativas do mercado para as falas do presidente do Fed, Jerome Powell, nesta terça-feira, 7, em conversa com David Rubenstein, presidente do Clube Econômico de Washington.

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia.

Desempenho dos indicadores às 7h50 (de Brasília):

  • Dow Jones futuro (Nova York): - 0,78%
  • S&P 500 futuro (Nova York): - 0,95%
  • Nasdaq futuro (Nova York): - 1,18%
  • FTSE 100 (Londres): - 0,93%
  • DAX (Frankfurt): - 1,22%
  • CAC 40 (Paris): - 1,61%
  • Hang Seng (Hong Kong)*: - 2,02%

BC divulga Focus

No Brasil, será divulgado nesta manhã o boletim Focus. Na edição da semana passada, os IPCAs projetados para 2023 e 2024 sofreram fortes revisões para cima, passando para 5,74% e 3,90%, respectivamente. Expectativas de inflação mais alta, além de preocupações sobre o cenário fiscal, são os principais desafios para o Banco Central dar início a um ciclo de corte de juros.

Mercadante toma posse no BNDES

Esta segunda ainda será marcado pela posse de Aloizio Mercadante como presidente do BNDES. O evento está marcado para às 10h e deverá contar com as presenças do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do vice Geraldo Alckmin. Investidores estarão atentos a possíveis detalhes sobre as políticas que serão adotadas pela nova gestão do banco de desenvolvimento.

CVC (CVCB3) apresenta prévia do 4º tri

A CVC apresentou R$ 3,455 bilhões em reservas confirmadas em prévia operacional do quarto trimestre, 14% acima do registrado no mesmo período do ano anterior. No ano, foram R$ 13,94 bilhões em reservas confirmadas, 55% a mais que em 2021. As reservas consumidas ficaram em R$ 3,69 bilhões no trimestre e em R$ 14,42 bilhões no ano, com respectivas altas de 7% e 64%.

Os números, segundo a CVC, foram impulsionados pela maior disponibilidade da malha aérea e frequência de voos. A CVC ainda destacou o "crescimento expressivo de produtos marítimos" e afirmou que esta deverá "ser a maior temporada brasileira de cruzeiros marítimos dos últimos 10 anos"

Agências rebaixam nota da Light (LIGT3)

A Light teve notas de crédito rebaixadas por agências de classificação de risco. A Moody’s reduziu a nota da companhia de "Ba3" para "B3" e a S&P de "brAA+" para "brA-". A revisão de rating ocorre em meio à maior dificuldade da companhia de obter financiamento dado o curto prazo para o término de sua concessão no Rio de Janeiro.

B3 (B3SA3) conclui aquisição

A B3 informou ter concluído a aquisição da Datastock. O negócio foi fechado no ano passado pelo valor de até R$ 80 milhões, sendo R$ 50 milhões à vista e até R$ 30 milhões a serem pagos em 5 anos, dependendo do artingimento de metas.

Últimas Notícias

Ver mais
O que explica a queda da Nvidia na bolsa?
Inteligência Artificial

O que explica a queda da Nvidia na bolsa?

Há um dia

Bolsas da Europa fecham sem sinal único, com tensões e dirigentes de BCs no radar
seloMercados

Bolsas da Europa fecham sem sinal único, com tensões e dirigentes de BCs no radar

Há 2 dias

Petz (PETZ3) salta até 46% após anúncio de fusão e ganha R$ 700 mi em valor de mercado
seloMercados

Petz (PETZ3) salta até 46% após anúncio de fusão e ganha R$ 700 mi em valor de mercado

Há 2 dias

Ibovespa sobe em dia de disparada da Petz, mas tem 3ª queda semanal; Emae cai após privatização
seloMercados

Ibovespa sobe em dia de disparada da Petz, mas tem 3ª queda semanal; Emae cai após privatização

Há 2 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais