Invest

Gol (GOLL4) reduz prejuízo líquido em 16% no 3º trimestre na comparação anual, para R$ 1,3 bilhão

A receita operacional líquida, por sua vez, atingiu R$ 4,7 bilhões, 16,4% maior do que a cifra registrada um ano antes

GOL: As receitas auxiliares somaram R$ 412,6 milhões, representando 8 8% da receita líquida total no terceiro trimestre de 2023 (Array/Reprodução)

GOL: As receitas auxiliares somaram R$ 412,6 milhões, representando 8 8% da receita líquida total no terceiro trimestre de 2023 (Array/Reprodução)

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 6 de novembro de 2023 às 09h00.

Última atualização em 6 de novembro de 2023 às 09h01.

A Gol registrou prejuízo líquido de R$ 1,3 bilhão no terceiro trimestre de 2023, uma melhora de 16% em relação ao mesmo intervalo de 2022. No critério recorrente, o prejuízo líquido foi de R$ 287 milhões, 52% menor do que a cifra também negativa reportada um ano antes.

Já o Ebitda recorrente subiu 79,8% na comparação anual, para R$ 1,25 bilhão, com margem de 26,8% avanço de 9,5 pontos porcentuais na mesma base comparativa.

A receita operacional líquida, por sua vez, atingiu R$ 4,7 bilhões, 16,4% maior do que a cifra registrada um ano antes. Na comparação com o terceiro trimestre de 2019 (pré-pandemia), a alta foi de 25,8%.

As receitas auxiliares somaram R$ 412,6 milhões, representando 8 8% da receita líquida total no terceiro trimestre de 2023, e 65 1% superior na comparação anual.

O fluxo de caixa das atividades operacionais foi de R$ 900 milhões entre julho e setembro. O yield cresceu 4,5% em relação ao terceiro trimestre de 2022 devido ao aumento de produtividade e otimização da gestão de inventário, segundo o release de resultados da companhia.

Acompanhe tudo sobre:Gol Linhas AéreasLucroBalanços

Mais de Invest

Por que Argentina de Milei tem animado o mercado, apesar de inflação recorde e retração

Após balanço, Nvidia (NVDC34) já vale mais que Amazon (AMZO34) e Tesla (TSLA34) juntas

Senacon notifica 20 operadoras de planos de saúde por cancelamentos de contratos; veja lista

Febraban orienta clientes a dar prioridade a canais digitais por tragédia no Rio Grande do Sul

Mais na Exame