Invest

Examinando a Bolsa: Netflix dispara 13% e BTG reforça "compra" em Suzano e Klabin

Programa diário da EXAME Invest, que vai ao ar às 13h45 no IGTV, traz ainda entre os destaques revisão para cima nas expectativas de lucro das ações brasileiras para 2020 e 2021

 (Mike Blake/Reuters)

(Mike Blake/Reuters)

PB

Paula Barra

Publicado em 20 de janeiro de 2021 às 14h24.

Última atualização em 20 de janeiro de 2021 às 14h27.

Examinando a Bolsa — programa diário da EXAME Invest com os destaques da primeira metade do pregão — desta quarta-feira, 20, apresentou os seguintes destaques:

1) Na contramão do exterior, o Ibovespa cai mais de 1% nesta quarta-feira, com preocupações sobre vacinação e questão fiscal. Nos EUA, Netflix dispara mais de 13% após balanço do 4º trimestre.

2) A Suzano (SUZB3) volta a subir com aumento de preços de celulose e bate novo recorde na B3, enquanto analistas do BTG reforçam recomendação de compra nas ações da companhia e em Klabin (KLBN11).

3) Em relatório, o BTG Pactual eleva projeções de lucro para 12 setores na Bolsa brasileira em 2020. Os destaques positivos ficam com bancos, elétricas e alimentos. A estimativa de lucro das ações para 2021 também foi revisada para cima em 7,8%, excluindo da conta Petrobras e Vale.

Conheça o maior banco de investimentos da América Latina e invista com os melhores assessores

Acompanhe tudo sobre:AçõesBancosEnergia elétricaFrigoríficosIbovespaKlabinNetflixPapel e CelulosesuzanoSUZB3

Mais de Invest

Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 37 milhões na terça-feira; veja como apostar

Vice-presidente do Fed diz que ainda há 'um caminho pela frente' na questão da inflação

Bolsas da Europa fecham em alta, com perspectivas para postura de BCs e commodities

Mega-Sena acumulada: quanto rendem R$ 37 milhões na poupança

Mais na Exame