Live icon 

ELEIÇÕES 2022:  

Lula e Bolsonaro vão disputar o segundo turno Veja agora.

Equatorial (EQTL3) dispara mais de 7% na bolsa após comprar Celg-D

Aquisição de distribuidora de energia de Goiás envolve pagamento de dívida de R$ 5,7 bilhões em até 12 meses e valor adicional R$ 1,575 bilhão
Equatorial dispara na bolsa (MadamLead/Getty Images)
Equatorial dispara na bolsa (MadamLead/Getty Images)
Guilherme Guilherme
Guilherme Guilherme

Publicado em 23/09/2022 às 11:58.

Última atualização em 23/09/2022 às 11:58.

As ações da Equatorial (EQTL3) disparam mais de 7% nesta sexta-feira, 23, com investidores reagindo ao anúncio da compra da Celg-D da Enel por R$ 1,575 bilhão. O contrato de compra também prevê a reesturturação da dívida da Celg-D com a Enel de R$ 5,717 bilhões, que deverá ser pago em até 12 meses.

A distribuidora de energia eletétrica de Goiás irá adicionar mais 3,3 milhões de clientes à base da Equatorial e contribuir os planos de expansão regional e consolidação no setor, segundo fato relevante. A conclusão do negócio ainda depende da aprovação da Aneel e do Cade.

Analistas do Credit Suisse classificaram a compra como "positiva", mas ressaltaram a falta de informações sobre de onde virá o financimento.

Em encontro anual com investidores, realizado na semana passada, a Equatorialapresentou resultados acima do inicialmente planejado para os processos de turnaround feitos em outras distribuidoras adquiridas.

Os retornos em relação ao projetado saiu 3x para SPVs, 1,5x para Ceal e Cepisa, e 6x para CEEE, destacou o BTG Pactual em relatório sobre o evento. A Equatorial, segundo os analistas do banco, têm apresentado "forte histórico de turnaround de distribuidoras e boa disciplina de capital".