Invest

Calendário do investidor: cinco assuntos quentes para o Brasil na próxima semana

Juros futuros monitoram o IBC-Br, pesquisa Focus e IGP-10 em meio à redução das apostas em corte mais agressivo da Selic

Vale: A Vale começa a tornar público o desempenho no segundo trimestre na próxima terça-feira (Germano Lüders/Exame)

Vale: A Vale começa a tornar público o desempenho no segundo trimestre na próxima terça-feira (Germano Lüders/Exame)

Bloomberg
Bloomberg

Agência de notícias

Publicado em 15 de julho de 2023 às 07h18.

Juros futuros monitoram o IBC-Br, pesquisa Focus e IGP-10 em meio à redução das apostas em corte mais agressivo da Selic. Bolsa tem relatório de produção da Vale e vencimento de opções sobre ações. No exterior, ativos reagem ao varejo e balanços nos EUA, além de PIB e decisão de juros na China. Veja destaques:

IBC-Br e Focus

Juros futuros podem reagir ao indicador de atividade econômica do Banco Central após varejo fraco desta sexta-feira, que fez contraponto aos dados fortes de serviços. Curva mantém precificação de corte inferior a 0,50 ponto percentual. O IBC-Br sai na segunda-feira, quando também será divulgada a pesquisa Focus, que pode refletir os últimos indicadores, além do IGP-10. “O rendimento robusto das boas safras agrícolas e o aumento dos benefícios da política social apoiaram a atividade até agora em 2023, compensando o peso das altas taxas de juro”, diz Adriana Dupita, economista da Bloomberg Economics.

PIB e juros na China

Uma bateria de indicadores e decisão sobre taxa de juros da China, previstos para este domingo, podem movimentar os mercados de commodities na próxima segunda-feira. O PIB do segundo trimestre, que deve ser divulgado no dia 16, tem estimativa de crescimento de 7,1% na comparação anual, ante 4,5% no período anterior. Ainda saem vendas no varejo e produção industrial. No mesmo dia, o BC chinês deve manter sua taxa de juros de empréstimos de um ano em 2,65%.

Atividade nos EUA

Mercado acompanha dados de consumo no dia 18 após índices de preços abaixo do esperado nesta semana nos EUA, mas que tiveram o contraponto de expectativas de inflação acima do previsto da Universidade de Michigan. Vendas no varejo em junho devem ter crescido 0,5% na comparação mensal, devido sobretudo a vendas maiores de carros diante da queda de preços, diz a Bloomberg Economics. Balanços nos EUA na semana incluem Bank of America, Goldman Sachs e Morgan Stanley. Inflação no Reino Unido e zona do euro também estão no radar da próxima semana, além de fala da presidente do BCE, Christine Lagarde.

Produção da Vale

A Vale começa a tornar público o desempenho no segundo trimestre na próxima terça-feira, quando divulga o relatório de produção e vendas. O balanço completo da mineradora está agendado para o dia 27. A Light reúne acionistas em AGE para discutir o novo conselho, enquanto a Vibra propõe mudanças na chamada ‘pílula do veneno’ no que se refere ao cálculo de preço por ação em OPAs. Na segunda-feira, será o início da negociação das novas ações da MRV e da BRF após ofertas. B3 tem vencimento de opções sobre ações no dia 21.

Lula na Europa

Presidente Luiz Inácio Lula da Silva estará em Bruxelas no início da próxima semana para o encontro entre os países da Comunidade dos Estados Latino-Americanos e Caribenhos (CELAC) e a União Europeia. O encontro, que terá a Espanha na presidência rotativa do Conselho da União Europeia, ocorre nos dias 17 e 18.

Acompanhe tudo sobre:ValeChinaMercado financeirobolsas-de-valoresInvestimentos-pessoaisInvestidores

Mais de Invest

Smart Fit (SMFT3) confirma intenção de compra da academia Velocity

Ata do Copom, Boletim Focus e IPCA-15: o que move o mercado

Como esta gestora brasileira surfou onda das bolsas americanas e rendeu 400% em 5 anos

Quina de São João: confira o resultado e quantas apostas foram sorteadas

Mais na Exame