Acompanhe:

Arroz, feijão e biscoitos: Camil (CAML3) compra Mabel e adquire licença da Toddy para cookies

Aquisição envolve duas plantas industriais com 800 colaboradores e marca mais um passo da empresa rumo à diversificação do portfólio

Modo escuro

Continua após a publicidade
Cookie da Toddy (Pepsico/Divulgação)

Cookie da Toddy (Pepsico/Divulgação)

G
Guilherme Guilherme

Publicado em 23 de agosto de 2022 às, 08h38.

Última atualização em 23 de agosto de 2022 às, 09h05.

A Camil (CAML3) anunciou na manhã desta terça-feira, 23, a aquisição da Cipa, dona da marca de biscoitos Mabel, junto à Pepsico Brasil. A operação engloba as plantas industriais de Aparecida de Goiânia, em Goiás, e de Itaporanga D'Ajuda, no Sergipe, operadas por aproximadamente 800 funcionários. A transação também estabelece o licenciamento da marca Toddy para cookies pelo prazo de 10 anos e dos ativos compõem a linha de produção do produto.

Os cookies da Toddy são o segundo mais vendidos do Brasil, com lembrança de marca acima de 98% para o consumidor, de acordo com pesquisa da MillwardBrown apresentada pela Camil em fato relevante. Ainda integram o portfólio de produtos adquiridos pela Camil as marcas Doce Vida, Mirabel, Elbi’s e Pavesino, "desenhadas para atender às demandas de preços de diferentes nichos de consumidores".

"A aquisição reforça a estratégia de expansão geográfica para crescimento da Camil em regiões complementares às operações atuais, bem como inclui no portfólio produtos de alto valor agregado, com sinergias atreladas ao modelo de negócios de cross-selling e ganhos de escala", afirmou a Camil.

A empresa ainda informou que a aquisição faz parte da estratégia de expansão da companha na América Latina, com "preferência por marcas líderes de mercado". A conclusão do negócio está sujeito à aprovação do Cade.

Estratégia de diversificação

Arroz, feijão e açúcar seguem como os principais produtos da Camil, em termo de volumes vendidos. O plano de diversificação da companhia, no entanto, vem buscando alterar esta realidade por meio de produtos de maior valor agregado.

Além da divisão de biscoitos, que mira com a compra da Mabel, a Camil expandiu recentemente sua atuação para as frentes de massas, com a  compra da Santa Amália, e de café, com as aquisições da Seleto e Bom Dia.

As novas frentes já foram incorporadas no balanço do primeiro trimestre, com contribuição positiva no aumento trimestral de 7,8% das vendas da empresa no Brasil.

"A diversidade de negócios, além de reduzir o risco e aumentar a sinergia estrutural e de custos, permite ganho de escala e maior expertise em diferentes modelos de distribuição", afirmou a Camil.

Uma de suas principais concorrentes na frente de biscoitos, a M. Dias Branco (MDIA3) também vem buscando maior diversificação de seus negócios. O processo foi marcado no último trimestre pela aquisição da Nutrition & Sante do Brasil, dona da marca Jasmine, de granolas, pão sem glúten e cookies integrais.

Últimas Notícias

Ver mais
Reddit oferta ações para seus usuários, mas o interesse não é recíproco
seloMercados

Reddit oferta ações para seus usuários, mas o interesse não é recíproco

Há 4 horas

Ao infinito e além: Nvidia ultrapassa US$ 2 trilhões em valor de mercado
seloMercados

Ao infinito e além: Nvidia ultrapassa US$ 2 trilhões em valor de mercado

Há 5 horas

Ibovespa agora: bolsa opera em queda e Vale (VALE3) sobe 1% com balanço
seloMercados

Ibovespa agora: bolsa opera em queda e Vale (VALE3) sobe 1% com balanço

Há 7 horas

Mesmo com vacinação baixa, lucro da Moderna surpreende e ação dispara 13%
seloMercados

Mesmo com vacinação baixa, lucro da Moderna surpreende e ação dispara 13%

Há 8 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais