Ação da Moderna sobe 400% com vacina; empresa é negociada em BDR

Papéis da biofarmacêutica disparam mais 10% após empresa anunciar que teve eficácia de 94,5% contra o coronavírus

Embora tenha provocado perdas significativas para a economia global, a pandemia serviu para alçar o valor da biofarmacêutica Moderna para patamares inimagináveis. Disputando contra gigantes a liderança da corrida pela vacina, as ações da companhia atingiram uma cotação histórica nesta segunda-feira, 16, após o anúncio de que sua potencial vacina teve eficácia de 94,5% em análise preliminar.

Conheça a EXAME Invest, o novo canal de investimentos da EXAME

Logo na abertura da Nasdaq, seus papéis dispararam 12% e bateram a marca de 100 dólares pela primeira vez. Desde o início do ano, as ações da Moderna já subiram cerca de 400%. No Brasil, o ativo é negociado desde outubro deste ano por meio de BDRs (M1RN34).

O ritmo de valorização das ações da Moderna ganhou ainda mais força a partir da semana passada, quando informou que, assim como a Pfizer, já tinha obtido dados suficientes para informar a eficácia de sua vacina contra o coronavírus. Somente neste mês, os papéis da companhia chegam a acumular mais de 40% de alta – até então o segundo melhor desempenho mensal desde sua listagem, em dezembro de 2018.

Apesar da forte valorização, o valor de mercado da Moderna, de 37,5 bilhões de dólares, ainda é muito inferior ao das gigantes com quem compete pela melhor vacina contra a covid-19.

Ainda que tenha apresentado resultados até melhores do que os da Pfizer, a Moderna não vale sequer um quinto de sua concorrente. Já o valor de mercado da AstraZeneca e da Johnson & Johnson, que também estão na corrida pela vacina, é de cerca de 150 bilhões de dólares e 400 bilhões de dólares, respectivamente.

Com resultados em mãos, a Moderna espera pedir nas próximas semanas que agência reguladora dos Estados Unidos (FDA, na sigla em inglês) aprove o uso de sua vacina em caráter de urgência. A empresa espera ter ao menos 20 milhões de doses da vacina até o fim deste ano.

Espera! Tem um presente especial para você.

Uma oferta exclusiva válida apenas nesta Black Friday.

Libere o acesso completo agora mesmo com desconto:

exame digital

R$ 15,90/mês

R$ 6,36/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

R$ 40,41/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.