Invest

Bill Gates: Conheça o criador da Microsoft e um dos homens mais ricos do mundo

Bill Gates é o cofundador da Microsoft, uma das maiores empresas do mundo e responsável por uma revolução no mundo dos computadores

 (Wikimedia Commons/Reprodução)

(Wikimedia Commons/Reprodução)

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 18 de abril de 2024 às 07h16.

Conhecido por conta de sua empresa e por sua fortuna, construída no decorrer de sua vida, Bill Gates hoje já não atua mais dentro da Microsoft, estando focado apenas na sua fundação em conjunto com sua ex-esposa, Melinda.

Gates é um exemplo no mundo dos negócios e é um dos grandes amigos de Warren Buffett, o maior investidor de todos os tempos.

Quem é Bill Gates?

William Henry Gates III, mais conhecido mundialmente como Bill Gates, é um dos homens mais ricos do planeta, além de ser filantropo, autor e programador americano. 

A fama de Gates se deu em virtude da criação, em conjunto com Paul Allen em 1975, da Microsoft Corporation, que mudaram a forma como o ser humano se relacionava com a tecnologia e, principalmente, com os computadores.

Com o sucesso da empresa, Bill Gates alcançou o seu atual patamar como um dos bilionários do mundo e, além da criação do Windows, também foi responsável pelo desenvolvimento do pacote Office

Bill Gates, muito além da transformação introduzida no mundo da tecnologia, é muito atuante em causas sociais, por meio da sua fundação Bill & Melinda Gates

Qual a história de Bill Gates?

Nascido em outubro de 1955 na cidade de Seattle, Washington, Bill cresceu em uma família de classe média alta e, logo na infância, demonstrou interesse por matemática e ciência desde cedo, o que foi um grande diferencial para a criação de uma das maiores empresas do mundo.

Bill Gates estudou na Lakeside School, que é uma das escolas privadas mais renomadas dos Estados Unidos, local onde foi possível desenvolver todas as suas habilidades em programação de computadores.

Assim como já ocorreu com diversos bilionários que mudaram o mundo de alguma forma, Gates entrou na Universidade de Harvard em 1973, porém decidiu abandonar os estudos apenas dois anos após iniciar na universidade mais cobiçada do mundo.

Sua saída se deu em virtude do seu desejo de se dedicar à sua empresa de software, a Microsoft, fundada em 1975 por Gates e, por seu amigo de infância Paul Allen.

A empresa se tornou líder no mercado de software para computadores pessoais já em 1981, ano no qual foi lançado o sistema operacional MS-DOS.

A frente da empresa por mais de 20 anos, Gates decidiu se afastar da empresa e renunciou ao seu cargo de CEO no início dos anos 2000 e passou a se dedicar apenas a filantropia por meio de sua fundação em conjunto com sua esposa

Como o Bill Gates chegou ao sucesso?

O sucesso de Bill Gates está intimamente relacionado ao sucesso da Microsoft, que foi responsável pela revolução no mundo dos computadores e da tecnologia em um tempo em que poucos pensavam que esses dois componentes seriam tão importantes para o mundo.

E, o sucesso da empresa e, consequentemente de Bill Gates, se deu muito por conta da sua forma de ver o mundo.

Gates, além de muito inteligente e de possuir um elevado conhecimento no que diz respeito à programação de computadores, também era um homem de visão de futuro diferencial.

Além disso, Gates é um líder nato e sempre teve foco em resultados, trabalhando sempre com muita ética.

Criação da Microsoft

A Microsoft foi fundada em 1975 por Bill Gates e Paul Allen, após Gates desistir de estudar em Harvard. A empresa, principalmente em seu início, se concentrava em desenvolver software para o Altair 8800, que foi um dos primeiros computadores pessoais desenvolvidos e utilizados no planeta.

O ano de 1981 foi chave para a virada da empresa a um grande impulsionador, uma vez que foi o ano do lançamento do MS-DOS, um sistema operacional que se tornou o padrão para computadores pessoais e é lembrado até hoje pelos amantes da tecnologia.

O sucesso com a criação do MS-DOS permitiu a Microsoft ser a empresa líder no mercado de software.

Liderando a empresa por mais de 20 anos, Gates auxiliou na construção não só do MS-DOS, mas também de outros sistemas que revolucionaram o mundo da computação, o Windows, o Office e o Internet Explorer, utilizados até hoje por todos que possuem um computador ou notebook.

A Microsoft se tornou uma das maiores e mais valiosas empresas do mundo, sendo hoje avaliada em mais de US$ 3 trilhões. Assim, por meio do sucesso em seus negócios, Gates se tornou um dos homens mais ricos do mundo, a fortuna de Bill Gates é de cerca de US$ 131,3 bilhões.

Fundação Bill & Melinda Gates

Muito voltado a causas sociais, Bill Gates decidiu fundar, em conjunto com sua esposa, no ano de 2000 a Fundação Bill & Melinda Gates.

Por conta de toda a sua influência e recursos, ela se tornou a maior fundação filantrópica do mundo, que se dedica principalmente a  melhorar a saúde e a educação de pessoas em todo o mundo. 

Além de atuar nos ramos de saúde e educação, a fundação passou a financiar projetos voltados à produção de energia renovável.

Em seus anos de atuação, a Fundação Bill & Melinda Gates já doou mais de US$ 35 bilhões as causas e, mais do que isso, a influência de Gates é tão grande que criou a Giving Pledge e fez com que outros bilionários também doassem parte de suas fortunas as causas sociais.

Como é a vida pessoal e família de Bill Gates?

Bill Gates, apesar de ser um dos homens mais ricos do mundo, é muito reservado e, desde sempre, citou que não gostava da exposição que a fortuna criada lhe concedia.

No campo familiar, Gates foi casado com Melinda Gates de 1994 a 2021, ano em que decidiram se divorciar, porém, continuam trabalhando juntos na fundação. Em seus anos de casados, Gates e Melinda tiveram três filhos, Jennifer, Rory e Phoebe.

Gates é um grande fã de tênis, bridge e leitura e já deixou claro que considera muito relevante a questão religiosa, tanto é que costuma frequentar a Igreja Católica.

Em 2020, Gates decidiu renunciar ao cargo de presidente do conselho de administração da Microsoft para se dedicar à filantropia e, mais especificamente, à Fundação Bill & Melinda Gates.

Um ponto importante da vida pessoal de Gates é o seu relacionamento com Warren Buffett, o maior investidor de todos os tempos, amizade que já passa de 30 anos.

Ambos se admiram muito e Gates sempre pontuou que aprendeu grandes lições com Warren Buffett, principalmente aqueles ligados ao mundo dos investimentos.

Apesar de possuir uma boa parcela de ações da Berkshire Hathaway, Gates decidiu no ano de 2020 que iria renunciar ao conselho de administração da Berkshire Hathaway. 

Mesmo com todas essas renúncias no decorrer de sua vida, Bill Gates continua a ser um dos homens mais influentes do mundo e sua história é um exemplo para muitos de que é sim possível aliar inteligência, o trabalho duro e a dedicação para ser possível construir uma carreira de sucesso.

Acompanhe tudo sobre:Bill Gateswarren-buffettMicrosoft

Mais de Invest

Walmart (WALM34) registra lucro líquido de US$ 5,1 bilhões e supera expectativas no 1T24

Marfrig (MRFG3) reverte prejuízo e tem lucro líquido de R$ 62,6 milhões no 1º trimestre de 2024

Imposto de Renda: segundo lote de pagamento tem correção de 1%; veja calendário

Desenrola Fies: prazo para renegociar até 99% da dívida termina dia 31; veja como participar

Mais na Exame