Inteligência Artificial

OpenAI lança oficialmente recurso de navegação na internet para o ChatGPT

Atualização transforma ChatGPT em uma plataforma mais dinâmica, integrando recursos visuais, sonoros e de pesquisa em tempo real

ChatGPT: IA de processamento de linguagem natural (Anadolu Agency/Getty Images)

ChatGPT: IA de processamento de linguagem natural (Anadolu Agency/Getty Images)

André Lopes
André Lopes

Repórter

Publicado em 18 de outubro de 2023 às 15h25.

Última atualização em 18 de outubro de 2023 às 15h33.

Em um novo avanço significativo, a OpenAI revelou oficialmente o recurso de navegação Browse with Bing para o ChatGPT. Esta funcionalidade havia sido testada anteriormente, mas após algumas interrupções e ajustes, foi lançada três semanas após sua reimplantação em versão beta.

Até então, o ChatGPT se baseava em dados coletados até setembro de 2021, fator que limitava sua capacidade como ferramenta de pesquisa em tempo real.

Em março deste ano, a OpenAI integrou serviços de internet ao ChatGPT. Esta integração, no entanto, apresentou desafios devido às diferenças entre a web em tempo real e os conjuntos de dados de treinamento estáticos, o que poderia ser explorado por usuários mal-intencionados.

Já em maio, a empresa integrou a pesquisa via Bing, ferramenta de busca da Microsoft, parceira corporativa da OpenAI. Posteriormente, esse recurso foi disponibilizado no aplicativo móvel ChatGPT. No entanto, ele foi rapidamente desativado devido a questões relacionadas à exibição de conteúdo protegido por paywall.

Após ajustes, em setembro, a funcionalidade Browse with Bing foi reativada, agora seguindo diretrizes de propriedade de conteúdo, respeitando o arquivo Robots.txt dos sites, similar aos rastreadores web tradicionais.

Os assinantes Plus e Enterprise já têm acesso a esse recurso, sem a necessidade de ativação no modo beta.

Além disso, a OpenAI também anunciou a transição do DALL-E 3 para a versão beta. Este novo modelo tem integração com o ChatGPT, facilitando a interação do usuário ao solicitar imagens. Com o DALL-E 3 integrado ao ChatGPT, os usuários poderão receber imagens diretamente em suas consultas textuais, eliminando a necessidade de alternar entre diferentes plataformas.

Este conjunto de atualizações representa uma evolução do ChatGPT, que antes era majoritariamente uma ferramenta de geração de texto, mas agora se encaminha para integrar recursos visuais e sonoros. No mês passado, a OpenAI adicionou recursos de voz ao ChatGPT, permitindo conversas verbais com o bot e a possibilidade de buscar respostas usando imagens.

Esses avanços estão alinhados com a visão da OpenAI de transformar o ChatGPT em um mecanismo de busca generativo multimídia em tempo real.

Acompanhe tudo sobre:ChatGPTInteligência artificial

Mais de Inteligência Artificial

Nova IA para Alexa? Amazon vai atualizar serviço e pretende cobrar por isso, diz site

A IA no cotidiano: entre a produtividade e o riso

OpenAI melhora processo de recrutamento por temer espiões chineses

A inteligência artificial consegue contar boas piadas? Pesquisadores fizeram o teste

Mais na Exame