Inteligência Artificial

Microsoft lança ferramenta de IA no Excel e Outlook voltada para o mercado financeiro

Empresa já tem ferramenta semelhante para uso industrial de uso geral no Office

Copilot: ideia é ajudar funcionários a gastarem menos horas em tarefas tediosas

Copilot: ideia é ajudar funcionários a gastarem menos horas em tarefas tediosas

Publicado em 1 de março de 2024 às 06h54.

A Microsoft anunciou na quinta-feira que lançará um chatbot chamado Copilot que pode realizar tarefas importantes para pessoas que trabalham com finanças. Não foram informados detalhes sobre preços.

"Queremos que cada um dos departamentos seja habilitado e enriquecido com um Copilot", disse Charles Lamanna, vice-presidente corporativo da Microsoft, em uma entrevista à CNBC.

A Microsoft já tem um Copilot para uso industrial de uso geral nos aplicativos do Office e lançou Copilots projetados para funcionários de vendas e atendimento ao cliente.

O Copilot para finanças executará inicialmente análises de variações, reconciliará dados no Excel e acelerará o processo de cobranças no Outlook. O software pode se basear em informações armazenadas no SAP e no Microsoft Dynamics 365. Recursos adicionais chegarão ao Copilot financeiro ainda este ano, disse Lamanna.

A agência de publicidade japonesa Dentsu usará o Copilot para tarefas financeiras, falou o executivo. A Microsoft disse que seu departamento financeiro contribuiu para o desenvolvimento do novo Copilot e que já observou alguns benefícios iniciais com seu uso.

"Comparar dados obtidos de diferentes sistemas é algo que todas as equipes de finanças do planeta fazem muito", disse Cory Hrncirik, líder de finanças modernas no escritório da direção financeira da Microsoft. "Algumas milhares de pessoas em uma equipe de planejamento e análise financeira gastam uma ou duas horas por semana fazendo a reconciliação. Com o novo Copilot, isso leva mais de 10 ou 20 minutos por semana", falou à CNBC.

A ideia é ajudar esses funcionários a gastarem menos horas em tarefas tediosas e dedicar tempo a um trabalho mais envolvente que possa contribuir mais para a empresa. Mas os funcionários do setor financeiro da Microsoft não são obrigados a usar o novo Copilot, disse Hrncirik.

Acompanhe tudo sobre:MicrosoftInteligência artificial

Mais de Inteligência Artificial

'Uma IA de bolso': com Phi-3, Microsoft quer ampliar a oferta de inteligências artificiais leves

Zuckerberg libera seu metaverso para óculos RV de marcas como Asus, Lenovo e Microsoft

Empresa na Finlândia usa IA para criar blend com café brasileiro

Mark Zuckerberg sobre o atual momento da IA: não são apenas dados

Mais na Exame