Inteligência Artificial

Empresa de ex-funcionários da OpenAI diz que sua IA é superior ao ChatGPT

A Anthropic afirma que o Claude 3 responderá a mais perguntas, entenderá instruções mais longas e será mais preciso

O Claude 3 demonstrou melhor raciocínio em nível de pós-graduação do que o GPT-4

O Claude 3 demonstrou melhor raciocínio em nível de pós-graduação do que o GPT-4

Publicado em 6 de março de 2024 às 06h42.

A Anthropic, empresa de IA criada por ex-funcionários da OpenAI, afirma que a nova família Claude 3 de modelos de IA tem desempenho igual ou superior aos modelos do Google e da própria OpenAI, dona do ChatGPT. Ao contrário das versões anteriores, o Claude 3 também é multimodal, capaz de entender entradas de texto e fotos.

De acordo com o The Verge, a Anthropic afirma que o Claude 3 responderá a mais perguntas, entenderá instruções mais longas e será mais preciso.

Há o Claude 3 Haiku, o Claude 3 Sonnet e o Claude 3 Opus, sendo o Opus o maior e o "modelo mais inteligente". A Anthropic apontou que o Opus e o Sonnet já estão disponíveis no claude.ai e em sua API. O Haiku será lançado em breve. Todos os três modelos podem ser implantados em chatbots, preenchimento automático e tarefas de extração de dados.

As versões anteriores do Claude não respondiam a algumas solicitações inofensivas, o que, segundo a empresa, "sugere uma falta de compreensão contextual". É menos provável que os novos modelos se recusem a responder solicitações que estejam na linha de suas proteções de segurança, semelhante aos rumores sobre os planos da Meta para o Llama 3.

Segundo informações do The Verge, a Anthropic afirma que os modelos Claude 3 podem fornecer resultados quase instantâneos, mesmo quando analisam material denso, como um artigo de pesquisa. Uma postagem no blog diz que o Haiku, a menor versão do Claude 3, é "o modelo mais rápido e econômico do mercado", capaz de ler um artigo de pesquisa denso completo com tabelas e gráficos "em menos de três segundos".

A Anthropic afirma que o Opus superou a maioria dos modelos em vários testes. Ele demonstrou melhor raciocínio em nível de pós-graduação do que o GPT-4 da OpenAI, obtendo 50,4% nesse teste, em comparação com os 35,7% do GPT-4. Ele também respondeu a perguntas de matemática, codificou e compreendeu melhor o raciocínio.

A Anthropic também afirmou que os modelos Claude 3 foram treinados usando hardware da AWS da Amazon e do Google Cloud. Ambas as empresas investiram na Anthropic, com a Amazon investindo US$ 4 bilhões no negócio.. O Claude 3 estará disponível na biblioteca de modelos Bedrock da AWS e no Vertex AI do Google.

Acompanhe tudo sobre:Inteligência artificial

Mais de Inteligência Artificial

Musk retira processo contra OpenAI um dia após criticar acordo com Apple

O que o acordo OpenAI-Apple significa para Google e Microsoft

Mistral AI levanta US$ 645 milhões e atinge valor de US$ 6,5 bilhões

Senado defende aprovação de projeto de lei sobre inteligência artificial no Brasil

Mais na Exame