Concorrente do Sora: IA israelense é capaz de produzir filmes inteiros

O produto será lançado em 27 de março, mas os clientes podem se inscrever em uma lista de espera para obter acesso logo após o lançamento

Lightricks: ferramenta será lançada gratuitamente em 27 de março
Lightricks: ferramenta será lançada gratuitamente em 27 de março

Publicado em 29 de fevereiro de 2024 às 10h02.

Última atualização em 29 de fevereiro de 2024 às 10h28.

Lightricks, a startup israelense por trás do Facetune e Photoleap, anunciou seu projeto mais ambicioso até agora. LTX Studio, uma ferramenta de vídeo baseada em inteligência artificial pode gerar personagens, cenas, storyboards e até mesmo filmes inteiros usando apenas descrições de texto.

Existem várias ferramentas que criam cenas de vídeo individuais a partir de prompts, incluindo o Runway e o Sora da OpenAI, ainda a ser lançado. Já o LTX Studio é projetado para permitir um maior grau de edição e controle ao longo de uma produção mais longa.

Além disso, o LTX Studio é baseado em navegador, o que significa que deve funcionar em uma ampla variedade de dispositivos, incluindo PCs, tablets e smartphones. 

Os usuários escrevem descrições de texto que geram personagens e enredo e depois escolhem entre uma variedade de ângulos de câmera e estilos, como "cinematográfico" ou "anime". Música e áudio podem ser adicionados, e muitos dos elementos podem ser alterados e personalizados, com os personagens permanecendo consistentes de cena para cena.

O produto será lançado em 27 de março, mas os clientes podem se inscrever em uma lista de espera para obter acesso logo após o lançamento.

 A empresa disse que o produto será inicialmente gratuito. O CEO Zeev Farbman diz que a empresa eventualmente cobrará, mas espera não ter um preço para cada edição feita com IA generativa, como algumas outras ferramentas exigem. 

A Lightricks espera que a primeira versão do software seja usada mais para esforços menores ou storyboarding comercial e pré-produção do que para a criação de filmes finalizados. Com o tempo, ele espera que o software como o LTX Studio leve a uma maior variedade de projetos cinematográficos sendo produzidos. 

A companhia israelense criou um trailer de vídeo para o site Axios, em um estilo steampunk e com base no seguinte prompt: "Um jornalista intrépido tenta encontrar amor e verdade em um mundo dominado por uma população que sofreu lavagem cerebral e máquinas que despejam absurdos."

yt thumbnail
Acompanhe tudo sobre:Inteligência artificial

Mais de Inteligência Artificial

Mark Zuckerberg sobre o atual momento da IA: não são apenas dados

OpenAI responde Elon Musk em acusação de que abandonou proposta de ser sem fins lucrativos

O que explica a queda da Nvidia na bolsa?

Netflix parece ter usado IA em documentário de 'true crime'

Mais na Exame