Future of Money
Acompanhe:

Startup brasileira pretende realizar plantio e tokenização de 1 bilhão de árvores

A ESG Tech Abundance Brasil está desenvolvendo novos processos de descarbonização da atmosfera através de tokens atrelados a árvores recém plantadas

Tokens são emitidos no blockchain Polygon (Wavebreakmedia Ltd/Thinkstock)

Tokens são emitidos no blockchain Polygon (Wavebreakmedia Ltd/Thinkstock)

C
Cointelegraph Brasil

28 de outubro de 2022, 13h29

A ESG Tech brasileira Abundance Brasil quer utilizar a tecnologia blockchain e a tokenização para alavancar projetos de descarbonização da atmosfera e restauração do meio ambiente através do plantio de 1 bilhão de árvores até 2030.

O projeto se baseia na tokenização de cada uma destas árvores, convertendo-as em um criptoativo com liquidez nos mercados secundários ao mesmo tempo que contribui para a conservação da biodiversidade e fomenta a restauração ambiental em iniciativas que envolvam as comunidades locais.

Na prática, o processo funciona da seguinte forma: primeiramente, as árvores são plantadas; em seguida, elas são digitalizadas, gerando tokens emitidos no blockchain da Polygon, uma rede cujo gasto energético e os padrões de sustentabilidade estão entre os mais ecologicamente responsáveis do ecossistema cripto; por fim, os tokens são resgatados, gerando créditos de carbono de forma recorrente.

O Abundance Token (ATK) tem o valor unitário de US$ 20 e paga aos seus detentores dividendos através dos créditos de carbono correspondentes a ele atrelados. Créditos de carbono são, hoje, um ativo cada vez mais valorizado no mundo inteiro, segundo Pedro Miranda, CEO e cofundador da ESG Tech.

(Mynt/Divulgação)

Na fase de pré-venda, 9.000 ATKs foram vendidos. Considerando-se que cada token equivale a uma árvore, o suprimento total do token deve chegar a 1 bilhão de unidades até 2030.

Através desta nova iniciativa em prol da sustentabilidade, a Abundance Brasil quer promover também uma mudança de mentalidade: a tokenização das árvores transforma o processo de descarbonização em um investimento para empresas e pessoas físicas – e não mais um custo –, explica Miranda:

"A Abundance nasceu com propósito de gerar abundância para sociedade e para o meio ambiente, por isso, levamos a expressão 'dar dinheiro em árvore' a outro nível. Empresas e pessoas podem comprar um token, o que significa o plantio de uma árvore que vai auxiliar no processo de sequestro de carbono do mundo, e ainda ter um criptoativo gerado nesse processo. Até 2030 serão 1 bilhão de árvores".

Os tokens estão disponíveis para venda no mercado B2B (para empresas), B2B2C (empresas que fornecem para o consumidor final) e B2C (para o consumidor final) através do site oficial da Abundance Brasil. A startup também mantém um marketplace para conectar a empresa a diversas ferramentas e soluções que auxiliam as marcas em iniciativas de sustentabilidade, além de fazer uma ponte com fornecedores que seguem as melhores práticas ambientais.

Entre as marcas que já adquiriram unidades do token para oferecê-lo como benefício corporativo e acelerar o processo de descarbonização dos seus negócios estão: Lenarge, Datum TI e Emtel. A Abundance Brasil é apoiada pelo Cubo, hub de inovação do banco Itaú.

Até o fim de 2022, 200 mil árvores serão plantadas no estado de Minas Gerais; estima-se que esse montante é capaz de remover 40 mil toneladas de gás carbônico da atmosfera.

Iniciativas ESG têm sido cada vez mais valorizadas pelas empresas como forma de adequação a padrões mais sustentáveis para a sociedade e o meio ambiente. De acordo com o relatório GRIS, de 2016 a 2020 houve aumento de 55% dos recursos destinados a investimentos sustentáveis.

No ecossistema cripto, um dos projetos mais conceituados do setor ESG é o da brasileira Moss, emissora do token MCO2. Cada unidade do MCO2 equivale a um crédito de carbono. Ou seja, uma tonelada de dióxido de carbono que deixa de ser emitido para a atmosfera por iniciativas que fazem parte do mecanismo REDD e REDD+ (redução de emissões por desmatamento e degradação florestal somando à conservação do território).

Diversas empresas sediadas no Brasil já anunciaram a compra de tokens MCO2 para compensar a pegada de carbono de suas operações, incluindo a empresa de soluções de pagamento Elo, a exchange de criptomoedas Bitso, a viação aérea GOL, e até o time do Flamengo.

O JEITO FÁCIL E SEGURO DE INVESTIR EM CRYPTO. Na Mynt você negocia em poucos cliques e com a segurança de uma empresa BTG Pactual. Compre as maiores cryptos do mundo em minutos direto pelo app. Clique aqui para abrir sua conta gratuita.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok