Future of Money

NFT de criador do Twitter vendido por US$ 2,9 milhões em 2021 agora vale um dólar

Perda de valor do criptoativo reflete momento de desaquecimento no mercado de tokens não-fungíveis, com pouco interesse de compradores

Mercado de NFTs tem dado sinais de crise nos últimos meses (Getty Images/Reprodução)

Mercado de NFTs tem dado sinais de crise nos últimos meses (Getty Images/Reprodução)

João Pedro Malar
João Pedro Malar

Repórter do Future of Money

Publicado em 21 de julho de 2023 às 15h19.

Última atualização em 21 de julho de 2023 às 16h04.

O mercado de tokens não-fungíveis (NFTs, na sigla em inglês) vem enfrentando um período difícil desde o segundo semestre de 2022. E poucos ativos representam tão bem o momento ruim do segmento quanto um item colecionável que foi vendido por US$ 2,9 milhões em março de 2021 e, agora, está sendo avaliado em US$ 1,14.

O ativo em questão é uma captura de tela que retrata o primeiro post da história do Twitter, feito em 21 de março de 2006 pelo fundador da rede social, Jack Dorsey. Em 2021, esse post foi convertido em um token não-fungível e vendido por um valor milionário após uma disputa de lances entre investidores.

À época, o mercado de NFTs vivia um dos seus melhores momentos, com coleções milionárias, demanda aquecida, ativos valorizados e até a entrada de famosos nesse mercado. O bom momento se estendeu por 2021, se aproveitando de um momento de alta liquidez no mercado e juros baixos, além do interesse por uma tecnologia nova.

Pouco depois, porém, o cenário acabou mudando drasticamente. O ciclo de alta de juros dos Estados Unidos afastou capital e interesse por parte dos investidores nesse mercado. Ao mesmo tempo, a utilidade de diferentes projetos e ativos começou a ser questionada, e aqueles com pouco valor agregado - como a captura de tela de um post - foram os mais prejudicados.

Com isso, o mercado de NFTs tem perdido valor mês após mês. No caso do post feito por Dorsey e transformado em um criptoativo, o novo valor de US$ 1,14 se refere ao lance mais recente dado por um investidor para tentar comprar o ativo do atual proprietário, o que não significa que ele necessariamente será vendido por essa cifra.

O usuário do Twitter que compartilhou o novo valor destacou que o NFT não recebia uma oferta de compra há dois meses, e mesmo a nova oferta foi cancelada pouco depois. "Por isso, tecnicamente a maior oferta no momento é de US$ 0", comentou.

  • Cansou de tentar falar com alguém da sua Exchange? Conheça a Mynt, a única no Brasil com atendimento 24 horas e todos os dias, feito por pessoas reais. Abra agora sua conta.

Bored Ape Yacht Club

A Bored Ape Yach Club, outra coleção de NFTs, também ilustra bem o mau momento do mercado. Os "NFTs de macacos", como ficaram conhecidos, dispararam de popularidade e foram comprados por centenas de investidores. Entretanto, o interesse no projeto tem decaído nos últimos meses.

Dados divulgados pelo marketplace OpenSea mostram que a coleção chegou no dia 2 de julho ao seu menor preço mínimo por item em 20 meses. O valor atingido foi de 27,4 ethers, ou cerca de US$ 53 mil, o mais baixo desde outubro de 2021. Apesar de uma leve recuperação no mesmo dia, o preço segue abaixo da marca de 30 ethers.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | Tik Tok
Acompanhe tudo sobre:NFTsCriptoativosTwitter

Mais de Future of Money

Investidores institucionais não acreditam em alta do bitcoin no curto prazo, aponta relatório

Dolce & Gabbana é processada nos EUA após problemas em coleção de NFTs

Ethereum pode "surpreender" investidores e voltar a disparar, afirma Coinbase

Projeto vencedor de hackathon na Ethereum Rio une blockchain e IA para melhorar o sistema carcerário

Mais na Exame