Acompanhe:

Microsoft lidera investimento de R$ 150 mi em estúdio para criação de NFTs

O gigante da tecnologia pensa que a arte tokenizada ainda fará sucesso por um bom tempo e aposta na empresa que já fez NFTs para DC Comics e o filme “Space Jam: um novo legado”

Modo escuro

Continua após a publicidade
Griffin Gaming Partners, RRE, Third Kind Venture Capital, Sfermion, Investment DAO, The LAO e a Warner Brothers também participaram da rodada (Jeenah Moon/Getty Images)

Griffin Gaming Partners, RRE, Third Kind Venture Capital, Sfermion, Investment DAO, The LAO e a Warner Brothers também participaram da rodada (Jeenah Moon/Getty Images)

C
Coindesk

Publicado em 9 de dezembro de 2021 às, 17h28.

Última atualização em 9 de dezembro de 2021 às, 17h32.

O braço de venture capital da Microsoft, a M12, está liderando uma rodada de investimentos de 27 milhões de dólares (150 milhões de reais) na startup Palm, que desenvolve tokens não fungíveis (NFTs).

O valor será utilizado principalmente, segundo a própria empresa, para "aumentar as operações da companhia com uma série de contratações".

A Palm ajuda empresas e marcas a criar e desenvolver projetos que utilizam NFTs, que são emitidos pela startup na rede Ethereum. É exatamente o tipo de serviço em blockchain que a Microsoft e seu fundo de capital de risco vê potencial, no nível das finanças.

“Estamos focados em empresas de B2B ainda em estágios iniciais”, afirmou o diretor executivo da M12, Matt Goldstein. “Quando nós olhamos o canal de vendas da Palm, vemos marcas da mídia e de conteúdo. E esses são os relacionamentos que pensamos estar na melhor posição para ajudar e apoiar a relação com a Microsoft”.

Griffin Gaming Partners, RRE, Third Kind Venture Capital, Sfermion, Investment DAO, The LAO e a Warner Brothers também participaram da rodada, demonstrando as curiosas conexões geradas pelo hype dos NFTs, que já dura mais de um ano.

A Palm já colaborou com grandes nomes, incluindo a coleção de NFTs do filme Space Jam: Um novo legado e do evento da DC Comics DC Fandome 2021.

Enquanto o momento atual dos NFTs valoriza a raridade e exclusividade, Dan Heyman, CEO da Palm, enxerga o valor dos NFTs como uma forma para que as marcas construam senso de comunidade dentro de suas audiências.

“Dentro de três anos, a maioria dos NFTs será gratuita”, afirmou Heyman em um comunicado de imprensa. “Nós veremos uma mudança e os NFTs deixarão de ser colecionáveis exclusivos e se tornarão uma ferramenta para o engajamento em massa das comunidades, e a Palm NFT Studio está na liderança dessa evolução”.

Últimas Notícias

Ver mais
Donos de token do Coritiba recebem mais de R$ 1 milhão por venda de jogador Dodô
Future of Money

Donos de token do Coritiba recebem mais de R$ 1 milhão por venda de jogador Dodô

Há 16 horas

Muitos vão desejar ter entrado no Drex assim como no início do bitcoin, diz executivo da Elo
Future of Money

Muitos vão desejar ter entrado no Drex assim como no início do bitcoin, diz executivo da Elo

Há 18 horas

Empresas de criptomoedas somam R$ 450 bilhões em investimentos desde 2017
Future of Money

Empresas de criptomoedas somam R$ 450 bilhões em investimentos desde 2017

Há 18 horas

Concurso da Caixa: banco exige conhecimentos em bitcoin, blockchain e Drex
Future of Money

Concurso da Caixa: banco exige conhecimentos em bitcoin, blockchain e Drex

Há 19 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais