Future of Money

Michael Saylor diz que aprovação de ETFs de ether "pode ser melhor para o bitcoin"

Responsável por estratégia que criou a maior detentora institucional do bitcoin, Saylor destacou adoção institucional da criptomoeda

MicroStrategy é a maior detentora institucional do bitcoin (Joe Raedle/Getty Images)

MicroStrategy é a maior detentora institucional do bitcoin (Joe Raedle/Getty Images)

Cointelegraph
Cointelegraph

Agência de notícias

Publicado em 27 de maio de 2024 às 14h00.

O fundador e atual presidente do conselho da MicroStrategy, Michael Saylor, mudou seu tom em relação aos ETFs de preço à vista de ether, argumentando que o recente aceno do regulador dos Estados Unidos ao mercado de criptomoedas também é uma boa notícia para o bitcoin.

Saylor é um conhecido defensor do bitcoin e ficou famoso por criar a estratégia que tornou a MicroStrategy a maior detentora institucional do ativo. As aquisições da empresa são feitas como forma de criar uma reserva de balanço corporativo com a moeda digital.

Sobre a aprovação dos ETFs de ether, Saylor questionou: "“Isso é bom para o bitcoin ou não? Sim, acho que é bom para o bitcoin. Na verdade, acho que pode ser melhor para o bitcoin [do que para o ether] porque acho que somos politicamente muito mais poderosos, apoiados por toda a indústria cripto”.

Na visão de Saylor, os novos ETFs aprovados pela Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos, a SEC, na última quinta-feira, 23, "servem como outra linha de defesa para o bitcoin”, ajudando na consolidação da criptomoeda em relação ao mercado institucional e aos reguladores.

Saylor reiterou que isso “acelerará a adoção institucional”, já que os investidores anteriormente cautelosos com os criptoativos agora reconhecerão os ativos digitais como uma classe de ativos legítima. Além disso, Saylor explicou que esses investidores tendem a alocar capital entre várias criptos, mas o bitcoin tende a receber parte do capital.

  • Uma nova era da economia digital está acontecendo bem diante dos seus olhos. Não perca tempo nem fique para trás: abra sua conta na Mynt e invista com o apoio de especialistas e com curadoria dos melhores criptoativos para você investir.  

O executivo da MicroStrategy destacou que vê o bitcoin como o "líder" das criptomoedas. “Acho que os principais investidores dirão: existe uma classe de ativos digitais agora, talvez alocaremos 5% ou 10% para a classe de criptoativos, mas o bitcoin terá 60% ou 70% disso”, afirmou.

Saylor reconheceu que sua opinião mudou sobre os ETFs de ether, já que anteriormente ele compartilhou a visão de que havia uma pequena chance de aprovação pela SEC. “Duas semanas antes, parecia que o bitcoin seria o único ativo oferecido com um ETF e se espalharia como o único criptoativo legítimo”, explicou ele. Agora, porém, o cenário mudou.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | TikTok

Acompanhe tudo sobre:CriptomoedasCriptoativosBitcoinEthereum

Mais de Future of Money

Como um DJ famoso ganhou (e perdeu) milhões de dólares com NFTs

Após ETFs, o que vai ser do ether em junho? Especialista revela 3 previsões

Dado mostra economia dos EUA ainda aquecida: o que isso significa para o bitcoin e as criptomoedas?

Criador da Ethereum critica criptomoedas meme de celebridades

Mais na Exame