Future of Money
Acompanhe:

'Metaverso' é uma das candidatas à palavra do ano da Universidade de Oxford

A Universidade de Oxford abriu a tradicional votação pública para escolha da palavra do ano; votação se encerra em 2 de dezembro e pode selecionar "metaverso"

 (Radcliffe//Getty Images)

(Radcliffe//Getty Images)

C
Cointelegraph Brasil

27 de novembro de 2022, 10h30

A palavra “metaverso” é uma das três concorrentes na corrida para ser coroada a Palavra do Ano de Oxford (WOTY) – uma competição realizada pela Oxford University Press (OUP) - a editora do Dicionário de Inglês de Oxford.

A OUP anunciou oficialmente o lançamento da competição e suas três palavras finalistas para 2022 em 22 de novembro. É a primeira vez que o público pode participar da votação para contribuir com a escolha da palavra do ano de Oxford.

“Metaverso” competirá contra os termos “#IStandWith” e “Goblin Mode”.

"Pela primeira vez na história, estamos abrindo o "Palavra do Ano" da Oxford para votação. Estão prontos?" publicou a conta oficial da Oxford University Press no Twitter. "Metaverso: seu uso foi aumentado conforme discutimos sobre trabalho híbrido, debatemos ética e imaginamos a viabilidade de um futuro totalmente online", acrescentou.

No vídeo da OUP para o metaverso, o termo é apresentado como “um ambiente hipotético de realidade virtual no qual os usuários interagem com os avatares uns dos outros e seus arredores de maneira imersiva.”

“O termo remonta à década de 1990, com o primeiro uso registrado no Oxford English Dictionary em 1992 no romance de ficção científica Snow Crash, de Neil Stephenson”, afirmou o vídeo.

(Mynt/Divulgação)

Oxford observou que o uso da palavra “metaverso” quadruplicou em um ano, a conta de outubro de 2021. O vídeo afirmou que mais estilo de vida e atividades relacionadas ao trabalho ocorrendo em ambientes de realidade virtual podem trazer “mais debates sobre a ética e a viabilidade de um futuro totalmente online.”

Quanto aos outras duas candidatas a Palavra do Ano de Oxford, “#IStandWith” tornou-se uma frase cada vez mais usada por ativistas políticos, enquanto “Modo Goblin” surgiu como um conceito de bloqueio pós-COVID-19 no qual se rejeita “voltar ao normal” e, em vez disso, faz-se o que se deseja fazer.

Quanto à forma como as três palavras foram escolhidas, a OUP afirmou que realizou uma análise em um sistema de dados de idiomas para elegê-las.

Para votar oficialmente n “metaverso” ou nos outros dois candidatos, os eleitores devem votar no site da Oxford Languages.

Mais de 237.000 votos foram dados até agora, com a votação marcada para ser encerrada em 2 de dezembro.

Oxford não informou quando a palavra vencedora será anunciada.

Em uma ideia aproximada do resultado da votação, uma pesquisa no Twitter da OUP respondida até agora por 929 eleitores mostra que 63% dos eleitores preferem o “Modo Goblin”, seguido por “metaverso” com 22% e “#IStandWith” com 15%:

Quaisquer que sejam os resultados da votação, prevê-se que o metaverso seja uma indústria significativa no futuro próximo. Um relatório recente da consultoria internacional McKinsey estima que as tecnologias relacionadas ao metaverso sejam avaliadas em US$ 5 trilhões até 2030.

O banco de investimentos Citi elevou essa previsão, dizendo que o mercado total endereçável para a economia do metaverso pode ficar na faixa de US$ 8 a 13 trilhões no mesmo período.

A compreensão do metaverso foi influenciada de forma decisiva pela indústria de blockchain e criptomoedas, juntamente com a mudança do nome do Facebook para Meta em outubro de 2021. O CEO da empresa, Mark Zuckerberg tem liderado o desenvolvimento de produtos focados no metaverso por meio do Reality Labs.

Comece seu portfólio de criptomoedas. A Mynt é uma empresa BTG Pactual para você comprar e vender crypto com segurança e atendimento 24 horas. Abra agora sua conta e desbloqueie seu mundo crypto.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok